de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Segunda-feira, 04 Fevereiro , 2008, 23:13

Hoje nem parecia Inverno. O dia luminoso e até quente deixou-me vaguear com mar à vista. O doce mar da minha infância e juventude, ainda sem molhes a apertá-lo, batia-se na manhã desta segunda-feira de Carnaval contra as pedras que nos defendem das vagas fortes.
Por ali andei a vê-lo, a sentir a sua ânsia de galgar as dunas para nos molhar os pés, o rosto, o casario… Só não o fez, nem faz, porque os homens têm sabido contê-lo…

Editado por Fernando Martins | Domingo, 27 Janeiro , 2008, 15:39








FIGUEIRA DA FOZ: PARQUE DAS ABADIAS
Com um terço do Inverno já passado, foi agradável usufruir deste sol luminoso que o dia ofereceu. Por lá andei, descontraído, olhando a serenidade que as árvores ofereciam com a falta de vento e chuva. Árvores nuas, ou não estivessem elas a dormir o sono do Inverno, dando a quem passa imagens muito belas. Aqui as deixo para contemplação de quem gosta, com o sabor, para muitos, da nostalgia que por vezes nos invade.


Editado por Fernando Martins | Quarta-feira, 16 Janeiro , 2008, 12:20

SOL ESCONDIDO
:
O Sol, escondido nas nuvens, tarda em nos aquecer. Lá está ele, à espreita, mas as nuvens negras não o deixam chegar até nós, que bem precisamos do seu calor. A chuva virá a seguir, para nos recordar que estamos no Inverno. Nós já sabemos, é certo, mas sempre gostamos de sonhar com o tempo primaveril e com o calor do Verão. Tudo há-de vir a seu tempo. Até lá, contentemo-nos com a beleza das fotografias, que o Inverno, afinal, também nos proporciona.

Editado por Fernando Martins | Sábado, 29 Dezembro , 2007, 12:52

Apesar das iluminações de Natal, que emprestam ao ambiente um ar de beleza, a verdade é que o frio de Inverno está presente, ali à volta do Fórum, com a ria a seus pés. Bem o senti, quando tirei esta foto. Aliás, as árvores nuas mostram bem que os tempos que correm não dispensam os casacos, casacões e sobretudos. Que assim seja, para depois, quando a Primavera chegar, sabermos apreciar as temperaturas agradáveis que tanto nos fazem sorrir.

Editado por Fernando Martins | Sexta-feira, 28 Dezembro , 2007, 14:43

A Natureza está, de facto, bem feita. Ou não fosse ela criada por Deus, como creio. Com o frio que o Inverno traz, as árvores refugiam-se num sono profundo de três meses. Descansam da labuta da Primavera e do Verão e olham para o Outono a ver o que isso lhes dá. Quando chegam à conclusão de que o frio, o vento e a chuva não perdoam, resolvem dormir por uns tempos. Quando vier uma temperatura mais amena, quando o vento e a chuva cessarem, então elas voltarão à vida com toda a pujança armazenada.

mais sobre mim
Junho 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9

15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO