de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Sexta-feira, 06 Março , 2009, 16:56

Jorge Manuel de Sousa, da Gafanha da Nazaré,
entre os 200 melhores de todo o País


As Escolas Básica dos 2.º e 3.º Ciclos José Ferreira Pinto Basto de Ílhavo e Secundária da Gafanha da Nazaré participam neste importante desafio Ambiental Nacional, cuja edição, de 2009, conta com mais de 38 600 alunos inscritos.
Os resultados da 1.ª eliminatória colocam o aluno da Escola Secundária da Gafanha da Nazaré - Jorge Manuel N. M. de Sousa - entre os 200 melhores de todo o País.
Este evento tem como objectivos motivar nos Jovens e Docentes de todas as Escolas Nacionais uma Educação preocupada com o Desenvolvimento Sustentável, de forma a aprofundar o conhecimento sobre a situação ambiental Portuguesa e Mundial e a desenvolver ainda competências na investigação e possível resolução dos problemas ambientais locais, adoptando comportamentos mais amigos do Ambiente. Fonte: CMI
tags:

Editado por Fernando Martins | Quarta-feira, 21 Janeiro , 2009, 12:04


“Dividir para Reinar”


A Câmara Municipal de Ílhavo, em parceria com a empresa SUMA (entidade responsável pela recolha indiferenciada dos Resíduos Sólidos Urbanos do Município), promove, até 26 de Janeiro, a campanha “Dividir para Reinar”, junto dos Jardins de Infância e Escolas do 1.º Ciclo do Ensino Básico do Município.
Esta iniciativa tem como principal objectivo dinamizar, junto dos mais novos, a prática de acções relacionadas com a correcta triagem, acondicionamento e deposição de resíduos, melhorando o desempenho ambiental de cada uma das Escolas, assumindo ainda o particular formato de uma história de encantar, com «Reis, Magos e Sereias, e um menino chamado Bartolomeu, que quer muito ser um Eco-mosqueteiro defensor do Ambiente», sonho ou desejo desde logo partilhado pelas Crianças deste Município.
Esta iniciativa pretende ainda reforçar temáticas desenvolvidas em anteriores campanhas de Sensibilização Ambiental, conferindo-lhes o novo formato de estória de encantar, em suporte Livro e CD Áudio, destinados a apoiar a dinamização desta temática em situação formal de aprendizagem e em contexto de sala de aula.

Editado por Fernando Martins | Sexta-feira, 12 Dezembro , 2008, 19:28

Uma notícia de hoje, publicada no PÚBLICO, diz que as alterações climáticas na Europa vão obrigar borboletas a migrar para o Norte, por causa do calor. "A maioria das espécies vai ter de alterar radicalmente a sua distribuição. A forma como as borboletas mudam vai indicar a possível resposta de muitos outros insectos, que em conjunto totalizam dois terços de todas as espécies", diz um comunicado, baseado num atlas de Josef Settele, do Centro de Helmholtz para a investigação do Ambiente, na Alemanha. Todos sabemos que este fenómeno não deixará de ter impacto no ecossistema, pelo que se torna necessário pensar em tudo o que possa provocar danos na natureza. Ela não perdoará.

Editado por Fernando Martins | Sexta-feira, 05 Setembro , 2008, 14:00
Até parece mentira, mas é verdade. O Inverno, que oficialmente ainda devia vir a caminho, já nos bateu à porta. Vento forte, chuva, o sol perdido por aí, a tristeza sombria das nuvens negras. Paciência. Temos que nos habituar.


Editado por Fernando Martins | Quinta-feira, 04 Setembro , 2008, 10:27
Praia do Areão

O prémio está relacionado com a transplantação, por cerca de 130 jovens, de estorno na praia do Areão
Promovida pelo Núcleo de Ambiente do Colégio Nossa Senhora da Apresentação (Calvão), a actividade relacionada com a protecção dos sistemas dunares, popularmente conhecida por “reflorestação dunar”, acaba de ser distinguida pela FAPAS – Fundo para a Protecção de Animais Selvagens.
Leia o texto de Eduardo Jaques no Diário de Aveiro
NOTA: Só para dizer que os jovens, quando estimulados, são sempre capazes de grandes projectos. Para além da diversão e do estudo, podem dar um contributo importante ao ambiente e à sociedade, como estes o demonstraram. Parabéns.
FM

Editado por Fernando Martins | Segunda-feira, 28 Julho , 2008, 20:13
Guarita

O Jardim Oudinot vai ser inaugurado em 10 de Agosto, com a oferta de diversas valências à população, que são outras tantas zonas de convívio.
Como disse o presidente da Câmara Municipal de Ílhavo, Ribau Esteves, à Rádio Terra Nova, foi possível criar “um espaço mais agradável, que proporcione uma melhor vivência no jardim”.
Vamos esperar que assim seja, para bem de todos, sobretudo dos que, por estas bandas, não dispensam os ares da nossa ria, com Farol e Forte à vista. Integrada no arranjo do jardim está agora uma réplica da Guarita, que eu bem conheci em miúdo, completamente abandonada. Dizem, e é verdade, que não tem interesse histórico nem arquitectónico, mas está no imaginário de todos os povos da beira-ria. Será, neste caso, um elemento decorativo que não pode ser menosprezado.
Desejo que no Jardim Oudinot haja regularmente animação, no sentido de levar as populações a criarem hábitos de frequência naquele recanto alargado e modernizado, já que dele foram privadas desde que começaram as obras, indispensáveis, do Porto de Aveiro.

FM

Editado por Fernando Martins | Domingo, 25 Maio , 2008, 15:24
(Clicar na foto para ampliar)


Pérolas e mais pérolas caindo sem parar. Vi-as e não resisti. Aqui ficam para quem souber apreciá-las. No Forte da Barra, encontrei-me com elas ao entardecer. A água que caía, lentamente, filtrou os raios do Sol que estavam quase a perder-se no horizonte. Mas ainda deu para agarrar, com ambas as mãos, as pérolas, branquíssimas, que depressa se desfaziam e logo se renovavam. Depois o Sol foi-se e com ele a magia da criação de pérolas, à vista de quem por ali passasse.
tags:

Editado por Fernando Martins | Quarta-feira, 21 Maio , 2008, 09:42

A Quercus propôs hoje às empresas que atribuam aos seus quadros o Passe Social, em vez dos carros de alta cilindrada. Poupar-se-ia muito dinheiro na aquisição desses veículos e diminuía, drasticamente, o consumo de gasolina. O ambiente também saía grandemente beneficiado. A ideia não é má, mas os meus amigos acreditam que os quadros das empresas têm assim tantas preocupações com o ambiente? Os ambientalistas às vezes são uns "poetas"…
Há anos entrevistei na Rádio Terra Nova dois ambientalistas. Durante o programa, mostraram que tinham muitas ideias, dando sugestões e mais sugestões. Uma delas incidia sobre a utilização da bicicleta em vez do automóvel... Lembraram até que a nossa região, de traçado de planície, favorecia a circulação de bicicletas, como era notório na Gafanha da Nazaré. Concordei.
Quando saímos do estúdio e os acompanhei à rua, verifiquei que ambos se tinham deslocado em bons automóveis. Não resisti e perguntei-lhes:
- Então não vieram de bicicleta?
- Sabe, de carro é mais prático e mais rápido!
Pois é… Bem prega Frei Tomás: “Olha para o que eu digo e não para o que eu faço!”
FM
tags:

Editado por Fernando Martins | Domingo, 18 Maio , 2008, 10:02



Porto acolhe zona industrial

Quem pensar que um porto moderno apenas serve para proceder a carga e descarga de mercadorias, pescado e pessoas está muito enganado. O Porto de Aveiro tem valências para tudo: Pesca Longínqua e Costeira, Zona de Granéis Sólidos e Líquidos, Terminais de Contentores e Multiusos, entre outros espaços.
Quem chega ao porto não pode deixar de reparar numa zona que acolhe uma montanha de areia, foco de incómodos para a população da Gafanha da Nazaré. Partículas finíssimas invadem, em dias de ventanias fortes (uma característica da região), tudo e todos. Os protestos fazem-se ouvir e tem havido um descontentamento, legítimo, muito grande. Sabe-se que as indústrias e actividades paralelas podem tornar-se focos de poluição. Aqui aconteceu o mesmo, embora a actual APA (Administração do Porto de Aveiro) tenha procurado soluções, no sentido de resolver o assunto. E se é certo que a questão ainda se mantém preocupante, também é verdade que a resolução do problema pode estar a chegar. Assim me garantiu o meu anfitrião nesta visita, Carlos Oliveira, quando me informou que as areias vão ser transportadas para a área entre a Costa Nova e a Vagueira, para impedir o avanço das águas.
Quando isso acontecer, no local do foco de poluição vai nascer uma zona de actividades logísticas, privilegiando a instalação de pequenas indústrias, as quais recebem no porto a matéria-prima, transformam-na, e, de mediato, dali mesmo exportam o que produzem.

FM

Editado por Fernando Martins | Sexta-feira, 16 Maio , 2008, 12:02


O autocarro da Lexicoteca, do grupo SUMA, anda a visitar as escolas do ensino Básico do concelho de Aveiro, para que as crianças dos 3.º e 4.º anos façam uma “Misteriosa Viagem à Lixolândia”.A iniciativa do grupo responsável pela recolha e tratamento de resíduos e limpeza urbana pretende fazer “sensibilização e educação para a preservação do Meio Ambiente” e “incentivar as crianças para uma postura de participação cívica”, afirma Alexandra Pericão, coordenadora da Área de Sensibilização e Educação Ambiental do Grupo SUMA, noticia o Correio do Vouga. Aqui está uma iniciativa importante, dentro da máxima que garante que de pequenino se torce o pepino.
Frequentemente, caímos no exagero de falar, falar, atirando conversa para o ar que ninguém escuta. Nas escolas, junto dos mais novos, estas iniciativas têm mais impacto. A novidade sempre foi bem aceite nas escolas. Por isso, é certo e sabido que os alunos assimilarão muito melhor os ensinamentos práticos que lhes chegam. E pode ser que na vida nunca mais se esqueçam disso.

Editado por Fernando Martins | Terça-feira, 22 Abril , 2008, 10:40

A consciência ecológica foi uma das maiores conquistas da humanidade. E se foi Francisco de Assis, porventura, o precursor do amor ao planeta terra, com todos as suas componentes, não há dúvida de que foi o século XX, a meu ver, o século que tomou plena consciência do respeito que todos devemos à natureza. Natureza que herdámos dos nossos antepassados e que temos de legar aos vindouros, ainda mais enriquecida do que a recebemos.
É com esse objectivo que se celebra hoje o DIA MUNDIAL DA TERRA. E se é verdade que no mundo não faltará quem lhe dedique grandes projectos e acções convincentes, também é certo que todos poderemos, no dia-a-dia, fazer algo, por mais simples que seja, que contribua para o culto e preservação da natureza. O jardim natureza precisa de ser cuidado com o nosso amor e regado com o nosso suor. Fundamentalmente, para que continue viçoso e asseado, proporcionando-nos horas de paz e de prazer espiritual de que tanto precisamos.

FM

Editado por Fernando Martins | Sexta-feira, 21 Março , 2008, 17:40
Como pode o cristianismo ser mais verde?

A Fé em Jesus Cristo, que se definiu a Si mesmo como o “caminho, a verdade e a vida”, exige aos cristãos o esforço de se empenharem mais decididamente na construção de uma cultura humanista, inspirada no Evangelho, que reponha o património de valores e conteúdos católicos. É esta Fé que se pede aos cristãos na defesa do Ambiente, nos pequenos e grandes gestos do dia a dia, como veremos ao longo das conversas que vamos ter nos 3 dias do Ciclo de Conferências.

Leia mais no Correio do Vouga
tags:

Editado por Fernando Martins | Segunda-feira, 17 Março , 2008, 12:50
Segundo li hoje, a Zona Histórida da Beira-Mar, em Aveiro, vai ser vedada ao trânsito automóvel. Ali, num futuro próximo, só poderão circular e estacionar os moradores. Boa ideia, a meu ver. Preserva-se um espaço de ruas estreitas do excesso de carros. Há parques à volta e todos nós precisamos de caminhar. A notícia dizia, ainda, que esta será uma experiência-piloto, no sentido de ser alargada a outras zonas da cidade. O ambiente precisa deser preservado.
tags:

Editado por Fernando Martins | Domingo, 02 Março , 2008, 15:26





NATUREZA AINDA PRESERVADA
Na praia do Areão, vi que a natureza ainda está preservada. Uma ou outra marca da passagem de quem não gosta da limpeza não lhe retira a classificação de zona quase virgem. Ontem, como já disse, por lá andei. Olhei as dunas pouco pisadas, o areal convidativa a uma visita mais próxima ao mar, recantos que sugeriam um banho de sol e as povoações tão perto, apesar de tudo. Um casal alemão (a matrícula do automóvel e o aspecto físico não enganavam) deliciava-se com o nosso sol a prometer-lhe já um bronzeado invejável. Gostei de ver esta praia sem os arranjos urbanísticos modernos, mas com a beleza de uma pureza de alguma forma primitiva.

Editado por Fernando Martins | Segunda-feira, 25 Fevereiro , 2008, 17:48



A ADACE (Associação de Defesa do Ambiente Cacia – Esgueira), em carta assinada por Rosa Maria Pratas Melo, presidente da direcção, enviou-me algumas denúncias sobre o estado de degradação em que se encontra a nossa Ria, candidata às 7 Maravilhas Naturais do Mundo, avançando, contudo, com a ideia de que ela “precisa de ser apoiada e respeitada”.
Diz que há muitas questões de poluição por resolver e que, sob o ponto de vista ambiental, “os sucessivos governos e todos nós temos, certamente, muitos problemas de consciência”.
Depois de outras e pertinentes denúncias, diz que num passeio pela Ria viu “restos de obras, plásticos, entulho de vária ordem, monstros urbanos”, mais “cais escuros degradados e sucata”.
Claro que se fala há muito de tudo isto e que é urgente uma grande campanha de limpeza da nossa laguna, no sentido de a tornar mais apetecida e visitada. A Ria de Aveiro tem imensas potencialidades para figurar entre as Maravilhas Naturais do Mundo, sendo certo que todos temos de colaborar com quem teve a coragem de a candidatar. A Ria, apesar de tudo, merece.

FM
:
NOTA: Fotos enviadas, gentilmente, pela ADACE

mais sobre mim
Junho 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9

15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO