de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Quarta-feira, 16 Janeiro , 2008, 21:50

O Papa cancelou a visita que estava programada à Universidade “La Sapienza”, de Roma, atendendo aos protestos de alguns professores e alunos. A visita tinha sido preparada a pedido do Reitor da Universidade, durante uma recepção no Vaticano.
O Presidente italiano, Giorgio Napolitano, manifestou a sua solidariedade a Bento XVI após a anulação da visita. Houve manifestações de apoio ao Papa, por parte de muitos católicos. Alguns jornais de grande circulação em Itália também repudiaram a atitude de professores e alunos, que mostraram a intolerância de que são capazes.
O mundo está assim. Parece que se está a tornar moda hostilizar as religiões, nomeadamente a Católica, nas pessoas dos seus responsáveis. Sobretudo em alguns meios intelectuais e académicos. A religião católica parece que incomoda muita gente. Ou então é politicamente correcto, para algumas inteligências, ser anti-religioso de forma agressiva e mal-educada. Prega-se a liberdade, a tolerância, o diálogo entre todos, crentes e não crentes, mas no fundo, certa gente, sente-se bem a provocar quem tem fé, com direito a vivê-la, negando qualquer possibilidade de ouvir os que têm ideias diferentes. Vêm com fantasmas, com argumentos ridículos, com teorias sem sentido, como se um intelectual católico, como é Bento XVI, não tivesse lugar numa universidade como “La Sapienza”, por sinal fundada por um Papa.
Estou em crer que, se o convidado fosse um líder muçulmano ou um ditador qualquer, com aversão à democracia e aos direitos humanos, talvez a universidade italiana lhes franqueasse as portas e a cátedra, com os aplausos dos que agora ofenderam o Papa.

joão marçal a 17 de Janeiro de 2008 às 01:48
Parece que isto aconteceu por há uns anos este Papa, então Cardeal, se ter manifestado a favôr da prisão de Galileu quando este foi favorável às ideias de Copérnico, segundo o qual a Terra girava à volta do Sol.Mais afirmaria o Cardeal: "quando algo vai contra os pricípios da Igreja a Ciência deve-se retirar".
Galileu foi julgado e para se safar
retirou a sua teoria,rematando contudo: "Mas que ela roda, roda".
Será que o Papa se preparava para apresentar desculpa aos académicos?
Só espero que não haja tumultos para bem da Igreja e da Ciência.

JM

mais sobre mim
Janeiro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9





arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO