de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Domingo, 28 Setembro , 2008, 16:04

Aquando da Regata dos Grandes Veleiros, que atraiu ao Porto de Aveiro muitos milhares de visitantes, a Câmara Municipal de Ílhavo (CMI) deliberou fazer a reunião habitual a bordo do veleiro russo Sedov. Pessoalmente, considero muito feliz a iniciativa, pelo simbolismo de que se revestiu, ao sublinhar, de forma original, a importância por todos atribuída à regata. Mas houve quem criticasse a decisão da autarquia, já que, dentro do veleiro, e segundo as normas internacionais, a CMI estaria em território estrangeiro.
Tanto quanto sei, ninguém da autarquia se opôs, tendo até apoiado tão simbólica ideia de mostrar quanto o povo considerou meritória a Regata dos Grandes Veleiros. Tenho para mim que a grande maioria dos ilhavenses (e neles incluindo os gafanhões, naturalmente) até gostou que a reunião se tivesse realizado no veleiro russo. Noutro qualquer, teria o mesmo gosto, penso eu.
As políticas, porém, às vezes têm destas coisas, perdendo tempo com ninharias e descurando o verdadeiro valor da iniciativa da autarquia, num momento em que tudo o que se fizer para promover a nossa região pode ser fundamental para o seu progresso.
FM

Marieke a 29 de Setembro de 2008 às 14:53
Caro professor
Concordo plenamente consigo..é o problema de não de praticar Política mas sim fazer "politiquices".
Quando não se pode fazer uma oposição grande, justa e honesta ...inventam-se "pikenas codrilhices"como dizem em Ilhavo.
Um abraço
maria

Fernando Martins a 29 de Setembro de 2008 às 16:23
Minha Cara Maria

É como dizes... Não estamos todos cansados de tantas politiquices? Não há tanto que fazer, unidos, para que haja um maior nível de vida para todos?
Um abraço
Fernando Martins

Anónimo a 30 de Setembro de 2008 às 23:31
Quem não tem mais nada que fazer numa assembleia municipal diz disparates.

José Carlos Moutinho

mais sobre mim
Setembro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10

20




arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO