de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Quarta-feira, 07 Maio , 2008, 10:24

Saiu há pouco a revista “IGREJA AVEIRENSE”, uma iniciativa da Comissão Diocesana da Cultura. Trata-se do n.º 2 do III ano, referente ao segundo semestre de 2007.
Esta revista vem na sequência de um projecto que visa preservar os principais documentos emanados da Diocese de Aveiro, nomeadamente, dos seus bispos, titular e emérito, do Plano Pastoral e Serviços Diocesanos, entre outros, relacionados com Espiritualidade, Ecumenismo, Publicações, Efemérides, Em Memória de e Pessoas Notáveis. Neste último caso, foi evocado Pedro Grangeon Ribeiro Lopes, um viseense que um dia chegou a Aveiro e a aceitou como cidade sua, testemunhando na vida a fé que recebera na infância e que sempre alimentou.
Quem pegar na “IGREJA AVEIRENSE”, para a ler, como quem lê um livro que deve ser consultado, pode confirmar a oportunidade desta publicação e dos projectos pastorais da Diocese de Aveiro. Como que profetizando a crise social e económica recentemente anunciada, com sinais de catástrofe à vista, para a qual temos de nos preparar, estimulando-nos para a solidariedade e para a caridade, a Diocese diz-nos que “o serviço dos mais pobres é sinal visível e expressivo da verdadeira Igreja de Jesus Cristo”.
Nessa linha, sintonizam os textos de D. António Francisco, em diversas circunstâncias, com o Plano Pastoral, onde se proclama que “o serviço da caridade é uma sábia e santa forma de evangelizar”, numa expressão feliz e oportuna do Bispo de Aveiro.
Quando muitos pensam que o catolicismo é o que se faz nas igrejas e nos seus adros, desde as mais simples às mais pomposas, é bom referir que esta revista nos dá uma panorâmica, tão completa quanto possível, da acção da Igreja de Aveiro, no dia-a-dia das pessoas concretas. Múltiplos secretariados e serviços específicos, movimentos apostólicos e comissões diocesanas, instituições de ensino, cultura e de solidariedade social, propostas de espiritualidade e de formação para clérigos e leigos, acções ecuménicas e publicações de âmbito eclesial, de tudo um pouco se encontra na “IGREJA AVEIRENSE”, mostrando vida em movimento por terras da Ria e do Vouga.
Na rubrica Em Memória de são evocados os sacerdotes falecidos e que se deram por inteiro ao serviço da Igreja, ultrapassando, muitas vezes, os limites das suas próprias forças, sem nunca virarem a cara aos compromissos que assumiram no dia da ordenação presbiteral.
Os que desejarem estar em sintonia com o que faz a Igreja, em terras de Aveiro, têm de ler esta revista. Mas também a podem ler, ou consultar, os estudiosos, os académicos à procura de temas para os seus mestrados ou doutoramentos e os simples curiosos.

Fernando Martins

mais sobre mim
Maio 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO