de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Quinta-feira, 09 Julho , 2009, 10:40
Pormenor de pintura de João Carlos Celestino Gomes

Ninguém é tão rico que não possa receber
e tão pobre que não possa dar


A Fundação Prior Sardo, sedeada na Gafanha da Nazaré mas aberta a toda a gente, acaba de criar uma Universidade Sénior. A sua abertura está agendada para o próximo mês de Setembro.
Num mundo em que, felizmente, a esperança de vida continua a aumentar, gerando, muitas vezes, por razões várias, solidão e até uma certa exclusão social, esta iniciativa, como outras semelhantes, tem de ser acarinhada por toda a gente. A sua sobrevivência dependerá da existência de professores e alunos, mas também de quem possa contribuir, por variadíssimas formas, para a sua manutenção, porque, como é natural, haverá, indubitavelmente, despesas a que ninguém pode fugir.
Estou certo de que a Universidade Sénior Fundação Prior Sardo vai ter sucesso. Porque há no concelho muitas pessoas disponíveis, porque o saber não ocupa lugar, porque a vida assenta na busca permanente de conhecimentos, porque não falta quem goste de ensinar e quem precise de saber mais.
Há um velho ditado que diz que ninguém é tão rico que não possa receber e tão pobre que não possa dar. Porque esta asserção também se aplica ao domínio dos conhecimentos, é de crer que nesta Universidade se vai processar uma rica troca de experiências, ora dando ora recebendo, tanto de saberes empiricamente construídos como academicamente recebidos.
Daqui resulta, a meu ver, uma mais-valia para os ílhavos e gafanhões, mas também para todos os que fizeram destas terras as suas próprias terras.

Fernando Martins

maria piedade jesus pimentel trindade a 25 de Outubro de 2009 às 20:08
sou aluna vossa e estou a adorar tudo o que vou aprendendo graças a voces e á vossa dedicação.
piedade trindade aluna nº. 10

mais sobre mim
Julho 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9





arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO