de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Terça-feira, 07 Outubro , 2008, 16:46

A identidade da “regulação”

1. Sem dúvida que um novo cenário de mundo vai emergindo. Com mais intensidade que a dialéctica natural da história, em que mesmo com os arrepios das contrariedades vai crescendo na dinâmica da ascese, a certeza é que os tempos actuais são de recapitulação. Esta, por si, costuma ser redefinidora das ideias e das práticas. Já não há dúvidas que nada será como dantes. Os factores em jogo nesta crise internacional, quase um 11 de Setembro da economia em que todo o mundo está em rede, farão dela o centro de muita reflexão sobre como nos relacionamos com os factores socioeconómicos neste início do séc. XXI, na contagem ocidental.
2. O ajustamento em curso terá na palavra «regulação» o novo «eixo da roda» em torno do qual o futuro próximo se vai desenhar. A releitura do séc. XX, no diálogo (agora mais serviçal que bélico) dos dois sistemas de mundo, terá a oportunidade de procurar a síntese. Se salta à ribalta real o falhanço da completa liberdade na «lógica de mercado», esta, na justa análise adulta e honesta, não pode fazer esquecer que as lógicas estatizantes aprisionam a fluência saudável, necessária e natural das trocas de bens. É oportuno fazer lembrar a palavra dos sábios. João Paulo II quando lançava o olhar crítico sobre o comunismo destacava também as falácias do capitalismo, quando desregrado.
3. O desafio da ética económica é o novo imperativo que se ergue. Até agora também o foi na teoria; mas agora na prática. A confiança a recuperar não assentará mais na especulação mas na credibilidade, e esta conquista-se na ética da intocabilidade dos deveres comuns. Também pode brotar o perigo da «regulação» insubstituível dos Estados (que falhou porque as economias assim ditaram…) vir a significar controlo ou mesmo domínio. É uma fronteira difícil mas essencial a ressituar. O pior de tudo que poderia provir era o retorno dos paradigmas estanques. A verdade está no «meio» mas não abdica da ética universal. De todos!


osátiro a 7 de Outubro de 2008 às 23:25
Pedido para se parar com a violência contra os Católicos Indianos.
Portugal:
consular@indembassy-lisbon.org
Brasil:
ambassador@indianembassy.org.br


Ex.Mo Senhor Embaixador

Nas últimas semanas os Cristãos Indianos, e os Católicos em particular, tem sido alvo de perseguições criminosas que provocaram dezenas de mortos, casas e igrejas destruídas e a fuga de milhares de Indianos para a selva ou campo.

60 cristãos assassinados na Índia [01-10-2008]
Inação do governo preocupa os bispos da Ásia

Bispos da Índia exigem fim dos ataques contra cristãos [29-09-2008]
Acusam formalmente os grupos extremistas hindus de planejar a violência

Cardeal Gracias: violência anticristã na Índia é «loucura» [24-09-2008]
O arcebispo de Cuttack-Bhubaneswar é ameaçado de morte

Três novos assassinatos de cristãos na Índia, entre eles um sacerdote [23-09-2008]
O arcebispo de Gênova denuncia a «onda de cristofobia» na Índia e em outros países

Extremistas hindus queimam catedral de Jabalpur [19-09-2008]
Ajuda à Igreja que Sofre convoca orações para o dia 24 de setembro

Estende-se violência contra cristãos na Índia [17-09-2008]
Várias igrejas atacadas no domingo passado

«Por que os cristãos valem menos que os ursos?», pergunta cardeal [12-09-2008]
O arcebispo Carlo Caffarra denuncia o silêncio da mídia sobre as perseguições na Índia

Índia: «Nossa fé é mais importante que nossas vidas» [09-09-2008]
Êxito da jornada de jejum e oração convocada no domingo passado

Índia: cristãos obrigados a converter-se e atacar igrejas [05-09-2008]
Denuncia o porta-voz dos bispos do país

Apelo da Cáritas a favor das vítimas das inundações na Índia [04-09-2008]

Dia de oração e jejum pelos cristãos na Índia [02-09-2008]

Religiões para uma pedagogia da paz [31-08-2008]
Cardeal Jean-Louis Tauran interveio no Meeting de Rímini

Escolas católicas na Índia fecham em protesto [29-08-2008]
Vítimas da perseguição aos católicos já são 26

Europa deve ajudar os cristãos perseguidos na Índia [27-08-2008]
Apelo do vice-presidente do Parlamento Europeu

Papa pede fim imediato da violência na Índia [27-08-2008]
Dirige-se em particular aos líderes religiosos e às autoridades civis

Nacionalismo hindu, culpado pela violência contra cristãos [27-08-2008]
Arcebispo de Cuttack-Bhubaneswar está angustiado com a sorte de seus fiéis

Acusações contra cristãos na Índia são absurdas, afirma núncio [27-08-2008]
Dom Quintana: a Igreja seguirá trabalhando pelos mais pobres

Índia: continuam ataques aos cristãos [26-08-2008]
Uma grande manifestação em Hyderabad pede proteção ao Governo frente à violência

Santa Sé pede fim do massacre de cristãos na Índia [26-08-2008]
Violência explodiu dia 23 de agosto por parte de fundamentalistas hindus

Índia: missionária queimada viva por extremistas hindus [26-08-2008]
Outra religiosa foi violentada


Sendo o país de Gandhi, ficamos muito admirados com esta onda de violência.
Pedimos a V.Exa que interceda junto de S.Exa o Primeiro-Ministro da União Indiana para que tome as medidas urgentes para garantir a paz e segurança dos Cristãos Indianos.

mais sobre mim
Outubro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9





arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO