de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Terça-feira, 22 Janeiro , 2008, 16:06

Não aguentei mais


Gosto de assistir, como telespectador, ao "Prós e Contras". Ontem era dia de reflectir sobre a recente lei que proíbe o tabaco em recintos fechados. Em determinada altura não aguentei mais e virei as costas à algazarra. Uma lei que defende os não fumadores, que devia merecer uma análise calma, porque está em jogo a saúde de milhões de portugueses, virou, simplesmente, numa bagunçada inadmissível. Tudo porque uns tantos inteligentes, acorrentados a interesses bem conhecidos (comerciais, industriais e políticos, neste caso porque tudo serve para dar nas vistas), resolveram brincar com coisas sérias, mostrando-se de caras sérias e fazendo dos outros uns tontos.
O importante é muito simples: respeitar a saúde das pessoas e levar uns tantos fumadores a ter em conta que não podem obrigar ninguém a fumar. Ninguém pretende tirar o vício seja a quem for. Quem quiser fumar, que fume. Mas que o faça sem incomodar e prejudicar os outros.
FM
tags:

joão marçal a 22 de Janeiro de 2008 às 20:09
A prof. de História merecia um garrafão de 5 lt para regar as tripas.
O Dr. Sá Fernandes desconhece os ambientes de pressão negativa ou positiva que há espalhados pelo país como apoio de hospitais, indústria e tecnologias de ponta. E até a Gafanha tem especialistas na análise de ar ambiente, e firmas à disposição.
Também não aguentei.

JM

Anónimo a 23 de Janeiro de 2008 às 18:03
Tambem vi mas aguentei, e não gostei. Afinal em que ficamos. Há uma "luta" entre duas leis? A do Jogo e a do Tabaco.
Lá está o grande capital contra o que for, desde que lhe queira fazer frente.
O governo que é maioritário que resolva. Nós os votantes ficamos à espera.

Angelo Ribau

mais sobre mim
Janeiro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9





arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO