de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Domingo, 30 Agosto , 2009, 15:34

Hoje, manhã cedo, na Costa Nova, a sensibilidade do Carlos Duarte captou esta contraluz para seu e nosso deleite. É como um poema que na aurora brota, saltitante, da nossa imaginação para a luz do dia. E a safra dos pescadores, madrugadores, dá-nos, a cada momento, o estímulo de que precisamos para o cântico matinal, impregnado da alegria de viver.

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
Agosto 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9





arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
subscrever feeds