de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Domingo, 17 Fevereiro , 2008, 12:25


Desgosta-me ver mau gosto nos arranjos urbanísticos da minha cidade. Digo cidade, porque tal estatuto, que lhe foi atribuído por merecimento, devia ser sempre considerado, quando se projecta qualquer obra, tanto particular como estatal.
Sem querer agora fazer qualquer análise ao que a Gafanha da Nazaré tem de bom e de mau, não posso deixar de dar, de quando em vez, algumas achegas, que levem os nossos responsáveis autárquicos a olhar para certos recantos com mais preocupação estética. Isto sem pretender magoar quem quer que seja.
Hoje, por exemplo, trago ao meu blogue o Largo St. Johns, na Cale da Vila. Passei por lá, na minha caminhada higiénica, e fiquei triste. Os nossos bacalhoeiros ainda não foram homenageados condignamente, nesta terra que tão ligada ao mar está.
Quantos deram a vida à pesca do bacalhau, e suas famílias, não podem aceitar aquele dóri, ali abandonado, sem mais. O largo, dedicado à cidade portuária que toda a gente da Gafanha e arredores trazia na boca e na lembrança, com as histórias contadas pelos nossos bacalhoeiros, precisa, sem dúvida, de um monumento que lembre tudo isso. Peço aos meus amigos que passem e olhem. Digam-me, sinceramente, se aquilo é alguma coisa. A cidade da Gafanha da Nazaré e os seus bacalhoeiros não podem concordar com o que ali está. Por favor, dêem um ar moderno e belo àquele largo, com um expressivo monumento a lembrar a gesta dos nossos bravos lobos-do-mar. Até poderiam abrir um simples concurso de ideias, porque na terra há gente com capacidade para isso. Façam isso, por favor, para não se perder a nossa história. Se alguém me provar que o largo está bonito, tal como está, não terei dificuldades em dar a mão à palmatória.

FM
tags:

Leopoldo M.Oliveira a 17 de Fevereiro de 2008 às 15:49
Concordo plenamente com a opinião de que o bacalhoeiro e todos os marítimos das Gafanhas, têm sido ignorados pelos nossos autarcas.
Porque não aproveitar o espaço do antigo mercado, para aí ser simbolizado o pescador do bacalhau e todos os gafanhões que no mar, comeram o pão que o Diabo amassou?Fica a sugestão.
Leopoldo Oliveira

Fernando Martins a 17 de Fevereiro de 2008 às 16:35
Meu caro

As sugestões são sempre oportunas. Acho que, de uma forma ou outra, será sempre necessário lembrar os nossos marítimos. De forma digna, obviamente...
Que venham mais sugestões, são os meus votos.

Obrigado

Fernando Martind

joão marçal a 18 de Fevereiro de 2008 às 00:50
O que idealizei como homenagem aos nossos bacalhoeiros era uma estátua com um bacalhoeiro trajado a rigor, com as botas de borracha, o foquim numa mão e os remos ao hombro ou ao alto. Esta é a ideia que há muito me persegue mas, estou disponível para apoiar qualquer outra desde que esteja à altura da homenagem. Não dveriam estas ideias ser transmitidas aos nossos autarcas?

JM

mais sobre mim
Fevereiro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9





arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO