de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Domingo, 11 Fevereiro , 2007, 23:43
AGORA,
IMPORTA AGIR
NA EDUCAÇÃO
E NA FORMAÇÃO

Com a vitória do “SIM”, fica aberto o caminho para que seja legislada a liberalização do aborto até às dez semanas, a pedido da mulher.
Aos defensores do “NÃO”, resta a alternativa de se prepararem para ajudar as mulheres a optarem pela manutenção da vida do feto, futura pessoa humana.
Essa ajuda pode passar, fundamentalmente:
- Pela cultura da vida, desde o nascimento até à morte natural;
- Pela educação dos futuros pais e mães, no sentido do respeito pela vida em todas as suas fases;
- Pelo apoio a todas as mães que optarem pela vida dos seres em formação que trazem nos seus ventres, para que tenham acesso às condições básicas de subsistência;
- Pela luta, a nível político, para que a maternidade e a paternidade sejam valorizados e a família protegida, em todas as vertentes;
- Pela criação de instituições com vocação para o apoio a mães solteiras, mulheres sós, famílias desestruturadas e com dificuldades económicas;
- Pela adaptação, em instituições já existentes, de espaços de acolhimento e aconselhamento, destinados a apoiar as mães e famílias.
Não vale a pena carpir mágoas nem perder tempo com questiúnculas que não levam a parte nenhuma.
Agora, importa agir nas áreas da educação e da formação, mas também nas áreas sociais e políticas.
F.M.

mais sobre mim
Fevereiro 2007
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9


18
19



arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO