de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Quarta-feira, 14 Abril , 2010, 12:48

 

 

 

Tarde do dia 11 e manhã do dia 14 também com tolerância de ponto para funcionários públicos em Lisboa e Porto, respectivamente

 

 

O Governo decidiu dar tolerância de ponto a todos os trabalhadores da Administração Pública no dia 13 de Maio por ocasião da presença do Papa Bento XVI em Portugal, disse hoje à Lusa fonte oficial do executivo.

 

A mesma fonte adiantou à agência Lusa que será também concedida tolerância de ponto aos funcionários públicos em Lisboa, na parte da tarde do dia 11 de Maio, assim como no Porto, na parte da manhã, no dia 14 de Maio.

 

A visita de Bento XVI a Portugal inicia-se no dia 11 de Maio, em Lisboa.

 

Na tarde do dia seguinte, o Papa segue de helicóptero para Fátima, onde permanece até dia 14 de manhã, quando sai em direcção ao Porto, cidade onde o chefe de Estado do Vaticano termina a visita ao país.

 

Fonte: Ecclesia


Editado por Fernando Martins | Quarta-feira, 14 Abril , 2010, 08:23

 

“A informação ao serviço da estação”

 

 

O livro “A informação ao serviço da estação”, com promoções, silêncios e desvirtuações na TV, talvez devesse chamar-se “Como eles nos enganam”, afirma o autor, Dinis Alves, doutorado em Ciências da Comunicação (2005), licenciado em Jornalismo (1999) e em Direito (1981), pela Universidade de Coimbra.

“Como eles nos enganam” porque, como diz, «os responsáveis das estações cansaram-se da residência fixa no apeadeiro da ética», muitas vezes fechando os telejornais «com notícias referentes à própria estação».

Dinis Alves não fala de cor nem usa de ligeiras  análises. Esteve nas redacções das estações televisivas e «passou à lupa centenas de telejornais das TV portuguesas, dando conta, neste livro, de autênticas campanhas de manipulação informativa».

Registou «silêncios comprometedores, verdadeiros apagões noticiosos», mas também «desvirtuações graves, merecendo lugar de destaque no pelourinho das falhas deontológicas».

Este trabalho de Dinis Alves está cheio de exemplos e de casos que distorcem objectivamente as mais elementares regras da verdade jornalística. As TV «promovem nos telejornais os programas da estação sob a forma de notícias», alinham editorialmente «os interesses da estação»; favorecem «os eventos de transmissão exclusiva ou com patrocínio/organização da estação».


Editado por Fernando Martins | Quarta-feira, 14 Abril , 2010, 00:04

 

Porque se diz “um beijo repenicado?

 

Maria Donzília Almeida

 

 

No dia em que se comemora o Dia Mundial do beijo, acorre à memória esta pergunta, escrita num placard duma sala de professores, integrada numa actividade lúdica, docente. O despropósito que poderá suscitar, numa 1.ª e rápida leitura, nada tem a ver com o verdadeiro objectivo da questão.

Aconteceu numa escola há um bom par de anos atrás, em que se poderia ainda dizer que aquela era risonha e franca. Num ambiente de trabalho intenso e árduo como é o dos professores, há que criar mecanismos de descompressão/descontracção, para aliviar o stress da profissão e também rentabilizar o tempo dedicado ao magistério. Quanto mais bem dispostos estiverem os professores, mais facilmente fluirá a tarefa lectiva e mais profícuos serão os resultados. Com amor e bom humor, ensinar será um prazer.

Foi nesta perspectiva que se realizou este jogo divertido, em que os intervenientes punham questões uns aos outros e ganhava quem tivesse mais imaginação e ousadia. Assim,  à autora destas linhas foi posta esta pergunta embaraçosa, pelo seu partner no jogo, o poeta DC.

Não querendo deixar os créditos por mãos alheias e alinhando na brejeirice, apresenta a resposta, na ponta da língua... como se fosse a dar o beijo!


mais sobre mim
Abril 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
subscrever feeds