de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Quarta-feira, 31 Março , 2010, 23:50

 

 

 

Caminhos de conversão de há muito abertos

 

 

António Marcelino

 

Falava da Igreja conciliar, da igual dignidade de todos os baptizados, da hierarquia como serviço, da necessidade de acabar com coisas que se introduziram na Igreja, alheias ao seu espírito e missão. E exemplifiquei dizendo, então, que mais que conferir dignidades humanas, era preciso promover intensamente a dignidade radical e a igualdade de todos os filhos de Deus. Havia na assembleia monsenhores feitos de fresco, mesmo ali à minha frente. Eu não sabia. Uma gargalhada alargada e os rostos fechados dos novos dignitários. No fim, o bispo disse-me fraternalmente: “Sabe, eles gostam!...” No mesmo tom e sentido fui testemunha de outros casos iguais. Passados mais de quarenta anos de Concílio, eles ainda gostam e Roma entra no jogo…

Numa cultura moderna e pós-moderna não se pode mais falar de Deus, mostrar um rosto novo da Igreja, enfrentar o drama do divórcio entre a fé e a cultura, como se vivêssemos em tempos de cristandade, como se os hábitos tradicionais e rotineiros pudessem gerar cristãos vivos e activos ou dar mais zelo apostólico a quem veste honras de vermelho ou recebe condecorações pontifícias.

null )

Editado por Fernando Martins | Quarta-feira, 31 Março , 2010, 13:51

 

 

Postal do Porto

 

Amigo

 

As primeiras chuvas de Outono recordam-me as viagens de bicicleta a caminho do velho Liceu de Aveiro… Tantas saudades.

Passaram-se os anos… À vida sucedeu o estudo…

Agora a Escola Antiga está a ser contestada… Surge a Escola Nova…

Praza a Deus que a reforma nos traga um clima de sossego e de trabalho onde, cada um, possa e queira estudar ou, melhor, preparar-se para a vida.

Não tenhamos ilusões. Por mais voltas que a roda dê, um jovem sentirá sempre o salto para as realidades da vida. A escola tem obrigações de lhe deixar o espírito aberto para essa adaptação.

Que os nossos estudantes saibam aproveitar tantas facilidades concedidas e continuem, como os outros, à procura de um mundo melhor!

 

Um abraço

 

Manuel

 

NOTA:  Este Postal do Porto, do meu amigo Manuel, que encontrei um dia destes nas buscas que gosto de fazer, foi publicado em Outubro de 1973 no Timoneiro.

Reparem como mantém a actualidade. O tempo passa, mas há princípios que perduram, como essenciais às nossas matrizes. Quando eles se perdem, haverá riscos de rupturas traiçoeiras…

 

FM

 

 

 

tags:

Editado por Fernando Martins | Quarta-feira, 31 Março , 2010, 12:24

 

 

Autores portugueses encontraram inspiração nos passos dolorosos da vida de Jesus. A sinfonia das suas palavras transporta-nos para o mistério da cruz

 

Na história da poesia portuguesa são muitos os autores que calcorreiam com o leitor os passos dolorosos da vida de Jesus. A sinfonia das suas palavras transporta-nos para o mistério da cruz. A inspiração de vários poetas mostra o olhar sofredor da Mãe que segura e chora o seu Filho:

 

 

«Vejo-te ainda, Mãe, de olhar parado,

Da Pedra e da tristeza, no teu canto,

Comigo ao colo, morto e nu, gelado

Embrulhado nas dobras do teu mando» (Torga, Miguel)

 

«Ó visão, visão triste e piedosa!

Fita-me assim calada, assim chorosa…

E deixa-me sonhar a vida inteira» (Quental, Antero de)

 

«Oh Virgem de Nazaré,

Oh Mãe de Jesus

Lírio aberto aos pés da cruz,

Cujas pétalas de luz

Vertem lágrimas de fé» (Conde de Monsaraz, [Papança, António Macedo])

 

«Junto da cruz, que estremecia ao vê-la

Chorou, baixinho, a Mater Dolorosa:

E a terra, em volta, soluçou com ela» (Oliveira, António Correia de)

 

Ler mais aqui


Editado por Fernando Martins | Quarta-feira, 31 Março , 2010, 09:30

 

Carlos Figueira

 

  

A Barra precisa de um Pavilhão Multiusos

para os jovens de todas as idades

 

 

A Associação dos Amigos da Praia da Barra (AAPB) nasceu para promover uma sala de visitas do concelho de Ílhavo. Integrada na Gafanha da Nazaré, desde que a freguesia foi criada há 100 anos, é hoje a paróquia da Sagrada Família. Tem um ex-líbris da região, o mais alto farol de Portugal, com os seus 66 metros de altura. Do seu varandim, os visitantes podem contemplar uma paisagem deslumbrante, com mar a perder de vista e um formigueiro de povoações até às serras que nos separam do interior do país.

 

 

Em 4 de Novembro de 1991 nasceu a AAPB. Foi seu fundador um ex-emigrante, de Vinhais, Bragança, Dubral José dos Santos, que se fixou na Praia da Barra, depois do regresso a Portugal. Já faleceu, mas o seu amor a este recanto da Gafanha da Nazaré perdura na memória de quem o conheceu. Animou-o o desejo de tornar mais conhecida a praia e procurar melhores condições de vida para as gentes que aqui residem todo o ano e para as que vêm em veraneio.

Sublinha-se que «nessa ingrata e interminável tarefa calcorreou quilómetros, despendeu horas incontáveis e, com sacrifício do seu património e bem-estar, foi parceiro de autarcas e cidadãos anónimos, fazendo ouvir a sua voz solidária nos mais variados centros de decisão», lê-se em brochura que conta, a traços rápidos, a história da instituição.

Carlos Figueira, o actual presidente da direcção, desde Agosto de 2008, é mais um entusiasta da AAPB. Natural da Oliveirinha, vive na Praia da Barra há 16 anos e acredita que uma instituição como esta é fundamental para lembrar, propor e reivindicar o que considera importante para a terra e para as pessoas.

 

null )


Editado por Fernando Martins | Quarta-feira, 31 Março , 2010, 08:05
;
Há anos, olhando as salinas de qualquer ângulo, elas eram, de facto, as janelas do céu, com cabanas cobertas de colmo e cones de sal cristalino a embelezarem as nossas paisagens. No sábado, do comboio a correr para o Porto de Aveiro, em dia de inauguração, a objectiva do João Marçal captou esta imagem que reflecte desolação. Não será de ter pena?
tags:

Editado por Fernando Martins | Terça-feira, 30 Março , 2010, 19:51

 

 

 

As faces perigosas do facebook

 

Alexandre Cruz

 

1. Talvez sempre tenha sido assim com as novidades, mas os novos instrumentos da comunicação têm capacidade de sedução sem limites. Quem tiver tempo de sobra e não tiver auto-domínio bem pode passar a vida agarrado ao computador, a navegar por todos os mares e todas as águas que a internet proporciona; das mais límpidas às mais turbas. Mas tudo terá de ter um limite, até porque qualquer excesso tem repercussões maléficas à própria vida e até pode ferir a biologia pessoal. Lembramo-nos quando perto do ano 2000 as mesmas universidades que formavam cientistas da maia alta tecnologia também formavam os ciberpsicólogos para curar os excessos cometidos no seu uso.

 

null )
tags:

Editado por Fernando Martins | Terça-feira, 30 Março , 2010, 19:12

Relatório anual revela que "pela primeira vez na História moderna" a Europa não assistiu a nenhuma execução. EUA entre os que mais aplicam, mas tendência está a diminuir.

Apesar dos progressos verificados  a nível científico e tecnológicos e das muitas políticas de intervenção social e de defesa dos direitos humanos, os homens ainda não conseguiram erradicar a pena de morte. No mundo continuam as penas de morte a ser aplicadas em nome da justiça, porque alguém cometeu crimes abomináveis. Contudo, quem aplica uma pena de execução fica a engrossar, indirectamente, o número dos que matam sem piedade.

 

leia mais aqui

 

 


Editado por Fernando Martins | Terça-feira, 30 Março , 2010, 18:49

 

 

Igreja aveirense continua a apostar nas tecnologias

 

À semelhança do ano passado o portal da Diocese de Aveiro irá transmitir em directo as cerimónias da Semana Santa na Catedral  de  Aveiro,  presididas  por  D.  António  Francisco  dos  Santos,  através  do endereço (http://www.diocese-aveiro.pt/tvdirecto.asp).

As datas serão as seguintes:

1 de Abril, Quinta-feira Santa: 21h30 Missa da Instituição da Eucaristia, com Lava-pés;

2 de Abril, Sexta-feira Santa: 17h30 Celebração da Paixão do Senhor e Adoração da Cruz;

3 de Abril, Sábado Santo: 21h30 Solene Vigília Pascal.

 


Editado por Fernando Martins | Segunda-feira, 29 Março , 2010, 21:30

 

 

 A nova era do Porto de Aveiro

 

Alexandre Cruz

 

 

 

1. Decorreu há dias a inauguração da ligação ferroviária ao Porto de Aveiro. Momento solene de registo histórico (27-03-2010) que marca uma nova era para a instituição e, pela sua grandeza estratégica, também para a região. Do pensamento de 30 anos, a ligação foi concretizada em 30 meses, esta a afirmação mais sublinhada que procurava unir as ideias às práticas da capacidade de realização humana. Aveiro, Ílhavo e a região, sentiram este dia como seu, na vivência de um momento talvez comparado como quando pela primeira vez o comboio entrou em Portugal, ou semelhante à inauguração de uma ponte quando se estabelece uma nova ligação.

 


Editado por Fernando Martins | Segunda-feira, 29 Março , 2010, 10:22

 

Numa escadinha que tenho no meu jardim, para acesso à minha casa, instalaram-se, certamente com a ajuda do vento, sementes de duas flores.

Quietinhas, indiferentes aos olhares de quem passa e aos originais mistérios da natureza, ali estão a florir no seu tempo. Os meus amigos hão-de pensar que isto não passa de uma brincadeira para mostrar as potencialidades da arte de enganar. Mas não é. Nem eu tenho uma imaginação capaz de forjar seja o que for.

As flores ali estão e por insistência da Lita, minha mulher, que gosta muito de jardins floridos, vieram agora para aqui. Jardim abençoado onde as pedras alimentam, carinhosamente, a alegria das flores.

 

FM

tags:

Editado por Fernando Martins | Segunda-feira, 29 Março , 2010, 08:54

 

 

Celebração e festa para repetir

 

No sábado, 27, participaram  na eucaristia das 17 horas do Santuário de Schoenstatt  120 antigos catequistas da paróquia da Gafanha da Nazaré. A ideia nasceu com a Fernanda Matias, uma catequista que jamais deixará de o ser, com imensas histórias que frequentemente evoca vividas durante décadas dedicadas à missão catequética.

Depois da missa, presidida pelo Padre Carlos Alberto, dos Padres de Schoenstatt e antigo catequista, ladeado por dois diáconos permanentes que também ofereceram o seu contributo na catequese de crianças, jovens e adultos, Emanuel Caçoilo e Fernando Martins, seguiu-se o encontro com jantar e convívio.

 

 

A alegria sentida por tantos que já não se viam há muito esteve patente nos rostos e nas almas de todos. Recordações  foram partilhadas, contando-se com a mais-valia de fotografias que ajudaram à festa, enquanto mostraram como o tempo passa tão depressa.

Comovente foi a forma como os catequistas lembraram outros catequistas, também presentes e alguns que já nos deixaram, que os iniciaram na educação da fé e na necessidade de a transmitir aos mais novos.

O Padre Carlos Alberto congratulou-se com o evento e recordou, com oportunidade, que o catequista tem a obrigação de continuar, na escola da vida, a exercer a sua missão  de transmissor da Boa Nova de Jesus Cristo.

Certo é que, no final e durante as apresentações, todos manifestaram o desejo de periodicamente se repetir o convívio, que foi, afinal, uma festa.

 

 

tags:

Editado por Fernando Martins | Domingo, 28 Março , 2010, 20:15

 

 

Presidentes da CMI, da Junta de Freguesia e da Filarmónica
:

Sessão Evocativa e apresentação do programa

 

 

Hoje, pelas 18 horas, no Salão Nobre da Junta, houve a abertura das celebrações do centenário da criação da freguesia e paróquia da Gafanha da Nazaré. Presentes o Presidente da Câmara Municipal, Ribau Esteves, o Prior da comunidade paroquial, Padre Francisco Melo, e o Presidente da Junta de Freguesia, Manuel Serra.

Da cerimónia constou uma romagem ao cemitério, para uma significativa homenagem ao Prior Sardo, grande obreiro do que aconteceu há um século nesta terra que o viu nascer.

Animou a cerimónia a Filarmónica Gafanhense, a mais antiga instituição musical do concelho de Ílhavo.

 

FM

 

 

 

 

 

 

 


Editado por Fernando Martins | Domingo, 28 Março , 2010, 16:31

Resposta à sucessão de escândalos em vários países pode representar uma oportunidade de mudança

 

António Marujo

 

 

A Igreja Católica atravessa a mais profunda crise do último século, com as acusações de abusos sexuais de menores por membros do clero. Para encontrar algo semelhante, devemos recuar até início do séc. XX, com o antimodernismo do Papa Pio X. Mas esta crise atinge um catolicismo universal, e há um século era uma realidade pouco mais do que europeia. Será Bento XVI, um Papa académico, capaz de afrontar um dos mais graves problemas pastorais da Igreja? Ratzinger é um teólogo notável no diálogo cultural, mesmo com filósofos não-crentes como Habermas ou Paolo Flores d"Arcais. Eleito para um pontificado de transição, cuja marca seria afirmar o facto cristão no diálogo multicultural contemporâneo, tem o desafio de "limpar a Igreja" da sua sujidade, como afirmou na Sexta-Feira Santa de 2005.

 

Ler mais aqui

 


Editado por Fernando Martins | Domingo, 28 Março , 2010, 11:55

 

 

Painel Cerâmico de Zé Augusto

 

Na rotunda da cintura interna, na Cale da Vila,  foi inaugurado um painel cerâmico do artista aveirense Zé Augusto, para assinalar a ligação ferroviária ao Porto de Aveiro e as novas estruturas rodoviárias que lhe estão ligadas.

Sempre gostei de arte nas ruas da cidade. De qualquer cidade e mesmo das vilas e aldeias. É uma forma positiva de educar a sensibilidade artística do povo local e de quem por elas passa. Congratulo-me, por isso.

Acresce o facto de o painel ser da autoria de um dos mais expressivos artistas aveirenses desta área, já representado, também numa obra da responsabilidade da APA (Administração do Porto de Aveiro), no paredão da Meia-Laranja, na Praia da Barra. Aqui fica o convite aos meus amigos para que passem por lá para apreciar mais este trabalho de Zé Augusto.

 

FM

tags:

Editado por Fernando Martins | Domingo, 28 Março , 2010, 11:30

mais sobre mim
Março 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
subscrever feeds