de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Terça-feira, 09 Junho , 2009, 18:49

Não há a necessária
transparência
das fontes
de financiamento

:

:

Cavaco Silva vetou alteração à lei do financiamento dos partidos políticos, no pressuposto de que essa “alteração ocorre sem que se encontre devidamente acautelada a existência de mecanismos de controlo que assegurem a necessária transparência das fontes de financiamento privado, no quadro de um sistema que, sublinhe-se, adopta um modelo de financiamento tendencialmente público, do qual já resultam especiais encargos para o Orçamento do Estado e para os contribuintes”, conforme se pode ler no “site” da Presidência da República.
Às vezes fico confuso com algumas decisões emanadas da Assembleia da República, obviamente aprovadas pelos nossos parlamentares. Como neste caso, está bem de ver. Fala-se tanto de honestidade, mas esta ideia de angariar fundos pecuniários sem indicação das respectivas fontes não tem nada de transparente.
Que os nossos legisladores elaboram leis confusas e sem rigor gramatical, já se sabia. Mas virem agora com uma lei destas, onde a transparência fica afastada, é que não se pode tolerar.

FM


Editado por Fernando Martins | Terça-feira, 09 Junho , 2009, 14:29

Permitam-me que chame a atenção dos meus leitores para um blogue que muito interessa aos amantes das coisas do mar. Trata-se do blogue do Eng. Senos da Fonseca, "As Grandes Navegações Marítimas", que vai ser, pela competência do seu "dono", uma fonte expressiva de informações, que todos nós, gentes do mar, poderemos usufruir.
NOTA: Foto do blogue "As Grandes Navegações Marítimas"

Editado por Fernando Martins | Terça-feira, 09 Junho , 2009, 14:12
Ria de Aveiro

“E voltando-se então, verá as águas mansas da extensíssima ria fulgurando de todos os lados: e, entre elas, as salinas, recticuladas pelos tabuleiros em evaporação, com os seus montes cónicos de sal novo dando a impressão de um largo acampamento de tendas imaculadamente brancas espalhadas a perder de vista pela vastidão dos polders."
Leia mais aqui

Editado por Fernando Martins | Terça-feira, 09 Junho , 2009, 09:21
O bom gosto pode surgir a cada esquina. Esta casa, em Aveiro, no Rossio e virada para a Ria, mostra isso mesmo. Janelas floridas podem ser, sem dúvida, uma mais-valia na apresentação de uma edifício. Como este, com as suas cores de sempre, penso eu, com o azul e o amarelo a sobressaírem. E não me digam que as flores não ficam ali tão bem, em ligação com azulejos e com a pedra de calçada à portuguesa no passeio.


Editado por Fernando Martins | Terça-feira, 09 Junho , 2009, 09:13
Actos dos Apóstolos (det.) Ilda David

“O estilo artístico encontra
em si mesmo uma significação religiosa”


1. Depois do sigilo divino esboçado nas Catacumbas, depois do ouro bizantino, da soberana epifania dos ícones, depois do Românico e do Gótico, do Barroco e de tudo o que, Modernidade adentro, se seguiu, torna-se imperioso perguntar: o que é que nos dá, na relação com uma obra de arte, a consciência de estarmos também diante de uma obra religiosa?
2. O século XX deve ao teólogo que orientou a tese de doutoramento de Adorno, Paul Tillich, a resposta mais esclarecedora. Ousando contrariar séculos de redundância, ele defende que aquilo que une Arte e Religião não é, em última análise, o motivo tratado, mas sim o estilo. Não basta moldar um crucifixo ou um santo, nem escolher como tópico da produção artística uma cena bíblica. Precisamente um entendimento assim conduziu à banalidade e à dispersão que avultam na representação do sagrado. Segundo Tillich, “o estilo artístico encontra em si mesmo uma significação religiosa”. Esta, ou existe no interior dele ou não existe de todo, pois não pode ser infundida, nem acrescentada. Nessa linha, a frase certeira de Matisse: “Na Arte, o que se pode dizer por palavras não conta”. O estilo é que constitui a genuína “experiência do Espírito”, o fluxo de criação que faz estalar pelo fundo da forma “os limites da forma”, que torna o visível invisível e, talvez, e talvez, vice-versa.
:
José Tolentino Mendonça
Leia tudo aqui
tags:

mais sobre mim
Junho 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9


22



arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
subscrever feeds