de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Terça-feira, 05 Maio , 2009, 19:21

Já agora, diga-me se gostou...

tags:

Editado por Fernando Martins | Terça-feira, 05 Maio , 2009, 18:13

1. Todas as gerações têm determinadas personalidades de relevante imagem pública que, do panorama social ao artístico, acabam por ser referências de época. Quem há vinte, vinte e cinco anos, não se lembra de Vasco Granja (1925-2009), das manhãs de sábado ou domingo na televisão portuguesa a preto e branco, da «banda desenhada» por ele apresentada, de como a pantera cor-de-rosa ou outras animações contagiavam as gentes mais novas daquele tempo. Esta vida que nos deixou, a par de outras grandes referências da comunicação, faz reviver o melhor das memórias de muitos que na época, também por essa via, foram conhecendo o mundo. Vasco Granja assinalou muitos momentos da animação dos mais novos, sendo mesmo chamado por uma criança de «o pai da pantera cor-de-rosa».
2. A sua primeira expressão de empatia, estes dias recordada, em que dizia «olá amiguinhos!» fala-nos, mesmo que sem nostalgias, de um tempo em que a animação revelava predominantemente um carácter de bondade e pacificação, mostrando desse modo, também, uma das funções dos meios de comunicação social. Formar, informando e gerando o entretenimento de qualidade. Um confronto da animação dessa época com a actualidade faz-nos sentir como a inocência dos primeiros passos da «banda desenhada» estão hoje tão longínquos diante de tanta violência que insiste perpassar pelos programas para os mais novos. É verdade que mesmo o Bugs Bunny ou a Pantera também teriam a sua “manha”, mas nada de comparável com os cenários matreiros de muita da animação deseducadora actual.
3. Aos 83 anos parte este homem discreto que leu a sua tarefa pública como serviço educacional de gerações que hoje o recordam. De 1974 a 1990 foi um dos rostos maiores da RTP para a infância. Quem dera que este momento de sua partida fosse oportunidade de repensar na actualidade sobre o papel das comunicações (TV e net) para as crianças. Será?!

Alexandre Cruz

Editado por Fernando Martins | Terça-feira, 05 Maio , 2009, 14:50
Os problemas do mundo actual, no auditório da igreja matriz

As quintas-feiras de Maio deste ano vão proporcionar fecundos e participados – espera-se – momentos de formação, informação e reflexão. A paróquia da Gafanha da Nazaré promove um ciclo de conferências sobre questões da actualidade para proporcionar um olhar humanista, crítico – mas não pessimista –, sobre os grandes problemas do mundo em que vivemos. As conferências realizam-se no Auditório Mãe do Redentor, todas as quintas, às 21h. A entrada é livre.

1.ª Conferência, 7 de Maio: Carlos Borrego fala sobre
“Questões ambientais – moda ou urgência?”

Carlos Borrego, doutorado em Ciências do Ambiente, é professor na Universidade de Aveiro (UA). Foi ministro do Ambiente e Recursos Naturais de 1991 a 1993 e vice-reitor da UA de 1998 a 2002. É autor de numerosos artigos e publicações. Recentemente coordenou o estudo que levou o governo a abandonar a Ota e a escolher Alcochete para localização do novo aeroporto de Lisboa.
A acção humana está a provocar alterações climáticas e o litoral de Portugal poderá ser das zonas mais afectadas. Por outro lado, assistimos a investimentos em energias renováveis e ao crescimento da “consciência verde”. As preocupações ambientais são uma moda ou uma urgência? O que temos de fazer?



tags:

Editado por Fernando Martins | Terça-feira, 05 Maio , 2009, 14:41

UM FILME DE GRANDE NÍVEL

“Gran Torino” é um filme de Clint Eastwood, com Clint Eastwood e Christopher Carley, para maiores de 12 anos. Clint Eastwood é também o produtor e realizador. Para ver no Centro Cultural de Ílhavo, na sexta-feira, 8 de Maio, pelas 21.30.
Foi considerado pela crítica e pelo público como um dos melhores filmes de 2008. Já tive a oportunidade de o ver e gostei bastante. A par da boa realização e interpretação, o filme dá uma grande lição a muito boa gente. A não perder.
tags:

Editado por Fernando Martins | Terça-feira, 05 Maio , 2009, 14:24


No Centro Cultural de Ílhavo,
9 de Maio, pelas 21.30 horas

Depois da estreia absoluta no Centro Cultural de Ílhavo, por ocasião do Concerto de Natal, a 20 de Dezembro de 2008, o Orfeão da Santa Casa da Misericórdia de Ílhavo, uma formação de 50 elementos, dirigida pelo Maestro Jorge Ferreira, celebra o seu 1.º aniversário e associa-se à comemoração dos 90 anos da Santa Casa da Misericórdia de Ílhavo, com um programa a ter lugar no Centro Cultural, no próximo sábado, 9 de Maio, pelas 21.30 horas.

1.ª parte: Orfeão da Santa Casa da Misericórdia de Ílhavo
2.ª parte: “Alma de Coimbra” – Coro de Antigos Estudantes de Coimbra
Esta é uma excelente oportunidade para apoiarmos os nossos artistas, mas também, e em especial, a Santa Casa da Misericórdia de Ílhavo, que continua a apostar no futuro.
tags:

Editado por Fernando Martins | Terça-feira, 05 Maio , 2009, 14:14

Durante o mês de Maio, a Câmara Municipal de Ílhavo vai realizar mais uma edição do Festival de Teatro, que irá decorrer entre os dias 6 e 30 nas quatro freguesias do concelho.
Este ano, serão as Crianças do Pré-Escolar e do 1.º Ciclo do Ensino Básico os primeiros espectadores do Festival, cuja abertura terá lugar no Centro Cultural de Ílhavo, no dia 6, com a peça “Lol.Pop”, do Teatro das Beiras. Seguem-se vários espectáculos de elevado qualidade, realizados um pouco por todos os espaços culturais do Município, com destaque para o Teatro de Rua “D. Gilberto”, pela Joana Teatro, que vai certamente dar uma nova vida e cor ao Jardim Oudinot, no dia 24 de Maio, a partir das 15h30. Aqui fica o convite. Não falte!

Editado por Fernando Martins | Terça-feira, 05 Maio , 2009, 14:02


A mensagem deste ano para o Dia Mundial das Comunicações Sociais é uma das mais fascinantes destes 43 de celebração. Acerta em cheio nas esperanças e dúvidas que nos geram as novas tecnologias, sobretudo para as crianças e jovens. Se por um lado a média de vida aumentou - cada vez há mais gente a trabalhar aos setenta ou mais – por outro, envelhece-se mais cedo porque as novas tecnologias vão gerando iliteracia digital com uma velocidade estonteante, deixando os dedos ágeis das crianças a tocar as suas sinfonias criptadas que irritam os adultos e os deixam despeitados de não caminharem à velocidade instintiva das novas gerações.
O cartaz do Dia Mundial deste parece um enigma. E de facto é. Espécie de provocação para que quem não sabe pergunte do que se trata e o que significa. Que olha o planeta rodeado por asteróides tanto da Net como dos telemóveis.
Veja-se por exemplo: Google, Wikipédia, Twitter, Myspace, YouToube, Chats, Blogs, Hi5, Facebook, Ipod, Mp3, 4, Messenger, e mais um interminável desfile de siglas que, aliadas aos compactos literários de quem – diz-se - comete erros ortográficos, desencadeia vias comunicacionais nunca existentes no passado.
Por isso se recomenda na carta que acompanha o cartaz: “olhe bem. Parece que há uma gralha no título. Procure entender o que lá está. Se não sabe, pergunte aos jovens e adolescentes. É o que anda nas pontas dos dedos de quase todos. Como diz o Papa: muitas vezes esse mundo parece-nos estranho.”
O lançamento do Dia Mundial das Comunicações Sociais deste ano, a nível nacional, será marcado por um “confronto” de jornalistas: como trataram a Igreja desde as conferências do Casino da Figueira às declarações do Papa no avião para os Camarões? Ou, como esteve a Igreja nesses acontecimentos? Não esquecendo a forma como foi noticiada a canonização do Santo Condestável, ou o último acontecimento conhecido: a “moção de censura” dos membros do órgão máximo da Câmara Baixa de Espanha (PSOE, CiU, PNV e parte do PP) a pedir ao Papa explicações pelas suas declarações sobre a SIDA em recente viagem à África. Como se as palavras do Papa tivessem um valor coercitivo.
Dizia o E-Cristians: ”O Congresso dos Deputados não é ninguém para intrometer-se no âmbito das considerações morais que de uma posição religiosa se possam manifestar porque, ao actuar assim atenta contra o princípio constitucional de neutralidade do Estado”.
E se os belgas (que fizeram algo de semelhante) ouvirem esta teoria, até lhes fará bem. Mas isso iremos debater no próximo dia 21 na Universidade Católica, no encontro de jornalistas.

António Rego

mais sobre mim
Maio 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
subscrever feeds