de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Quarta-feira, 05 Dezembro , 2007, 14:26

Celebra-se hoje, 5 de Dezembro, o Dia Internacional do Voluntariado. Penso que ninguém no mundo ignora a impor-tância de quem se dedica ao serviço dos outros, em especial dos que mais precisam. Os voluntários estão por toda a parte, servindo, gratuitamente, quem está necessitado do essencial para vi-ver. Há organizações vocacionadas e organizadas para responder às mais variadas solicitações, tanto nos campos de guerra como nas zonas de catás-trofes naturais. Tanto junto de quem passa fome e sofre de doenças graves como dos que se encontram perseguidos pelas suas ideias políticas ou religiosas. Seria extensíssima a lista de quem precisa da acção generosa dos voluntários. Mas todos sabem que é assim, pelo que me fico por aqui.
Quero, contudo, enaltecer quem se dá sem esperar nada em troca. Quem vive para os outros. Quem está sempre atento a responder a situações de carência.
Por isso, esta nota, com uma sugestão. Quem puder, e todos podemos duma forma ou outra, dê um pouco de si a quem mais precisa. Nem que seja, apenas, um sorriso e uma palavra de conforto.

FM
tags:

Editado por Fernando Martins | Quarta-feira, 05 Dezembro , 2007, 12:37

A obra de requalificação do Jardim Oudinot, que se encontrava a concurso público, já foi adjudicada ao consórcio Conduril, SA e Rosas Construtores, SA. O espaço está transformado daqui a cinco meses


O concurso público para a execução da obra de requalificação do Jardim Oudinot, na Gafanha da Nazaré, foi, anteontem, adjudicado pelo Executivo municipal, ao consórcio Condurir, SA e Rosas Construtores, SA. A obra, com um valor estimado de cerca de três milhões de euros, tem um prazo de execução de cinco meses. O processo seguiu, agora, para visto do Tribunal de Contas, perspectivando-se o início da obra já para o próximo mês.

Ler mais em Diário de Aveiro
tags:

Editado por Fernando Martins | Quarta-feira, 05 Dezembro , 2007, 11:30

Língua Portuguesa vai dispor de portal
a partir de meados do próximo ano



A Língua Portuguesa vai dispor, a partir do segundo semestre do próximo ano, de um portal – Lingu@e – que visa pensar a língua em termos práticos, como disse ontem Rui Machete. O presidente da Fundação Luso-Americana de Desenvolvimento (FLAD) falava em Lisboa, no âmbito do protocolo ontem assinado entre esta fundação, o Instituto Camões e o Gabinete em Portugal do Parlamento Europeu, que tornará possível colocar o portal na Internet.
Actualmente o portal, “em fase bastante embrionária”, como disse Rui Vaz, do Instituto Camões, está ligado ao site deste instituto, http://www.instituto-camoes.pt. A sua presidente, Simonetta Luz Afonso, disse à Lusa que “em finais de Maio, princípios do segundo semestre, o portal entrará em funcionamento pleno”.
A responsável salientou que o português, sendo falado “por apenas 10 milhões de pessoas na Europa, é falado por 230 milhões no mundo”, sendo a terceira língua europeia mais falada internacionalmente. Este portal visa debater o Português no âmbito da problemática do multilinguismo europeu e “como a Língua Portuguesa e outras línguas comunitárias globais podem ser instrumento de projecção das relações exteriores da União Europeia”.
Paulo de Almeida Sande, do Gabinete em Portugal do Parlamento Europeu, referiu, a propósito, que esta assembleia parlamentar “é um exemplo de como conciliar 23 línguas oficiais diferentes” e que o portal permitirá “registar” grande parte do debate que se faz a propósito do multilinguismo. “Será um instrumento não só de diálogo como um repositório de documentos produzidos pelos vários debates que se têm feito sobre o multilinguismo”, disse. O portal terá sete temas de debate, cada um com um coordenador específico.


Leia mais em PÚBLICO on-line
tags:

Editado por Fernando Martins | Quarta-feira, 05 Dezembro , 2007, 10:43

ILHA DE SAMA OU ILHA DO REBOCHO
As tecnologias fazem por vezes quase o impossível. Na Gafanha da Nazaré, junto ao Porto de Pesca Longínqua, vê-se ao longe a célebre Ilha de Sama, também conhecida por Ilha do Rebocho. O que mal se vê ou vê mal a olho nu pode ser ampliado por qualquer razoável máquina fotográfica. O que fica, nesta fotografia, é uma imagem do abandono a que foi votada a ilha. A casa em ruínas dá a sensação de que é filha de guerra ou de puro esquecimento. Numa zona turística talvez a ilha pudesse ser devidamente aproveitada. Outrora foi propriedade agrícola, não sei se muito ou pouco produtiva. Mas tinha alguma vida. Hoje, está em agonia plena.

Editado por Fernando Martins | Quarta-feira, 05 Dezembro , 2007, 10:34
No CUFC, 10 de Dezembro, 21 horas


Em mais uma Conversa Aberta do Fórum::Universal, no CUFC, no próximo dia 10 de Dezembro, segunda-feira, pelas 21 horas, vai reflectir-se sobre O NATAL DE TODAS AS NOITES. Tema sem dúvida oportuno e desafiante. Urge pensar, de facto, num Natal de sempre e para sempre. Sem hesitações.
Como convidado, estará presente João Abrunhosa, presidente da Comunidade Vida e Paz, que põe em prática, todas as noites, junto dos sem-abrigo de Lisboa, a utopia, para muitos, de um Natal durante todos os dias do ano. Ano após ano. Quando se diz que o Natal é sempre que o homem quiser, para muita gente não é utopia. É realidade palpável, sentida, talvez, por quem está sem norte, sem auto-estima, sem horizontes de qualidade de vida digna.
Estou certo de que muitos hão-se saber aproveitar muito da experiência de João Abrunhosa. Da sua experiência e do seu testemunho, decerto rico no saber estar com quem sofre e nada tem. Nem pão, nem família, nem calor humano, nem trabalho, nem amigos. E na noite do dia 10 de Dezembro, quem sabe se um ou outro não sairá da Conversa Aberta com vontade de se abrir um pouco mais a quem mais precisa.

Fernando Martins
tags:

mais sobre mim
Dezembro 2007
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9


26



arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
subscrever feeds