de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Sexta-feira, 02 Novembro , 2007, 21:04

Na tranquila tarde do outono seco
e pardacento
viajam meus olhos ao encontro
de encontros esquecidos

Vi então no rumorejar dos pinheiros
o sussurro
de amizades não perdidas
no ar quente da vida

Senti na planura da ria serena
a alegria partilhada
por tantos… tantos…
embalados no meu espírito

Reconheci no corre-corre
dos dias agitados
marcas vibrantes de sonhos floridos
nas tardes que brilham

Compreendi na ternura cálida
que todos se sentam tranquilos
para o bate-papo
no banco da minha memória

Fernando Martins

Fiéis defuntos de 2007
tags:

Editado por Fernando Martins | Sexta-feira, 02 Novembro , 2007, 16:53


“HISTÓRIAS DO MAR E DA RIA”


A Rádio Terra Nova, em colaboração com a Comissão das Comemorações do Bicentenário da Abertura da Barra de Aveiro, lançou um concurso literário, destinado a alunos dos Agrupamentos das Escolas dos sete municípios ligados à Ria de Aveiro, nomeadamente, Ovar, Estarreja, Murtosa, Aveiro, Ílhavo, Vagos e Mira. Ao concurso, denominado HISTÓRIAS DO MAR E DA RIA”, podem concorrer jovens matriculados no Ensino Básico (1º, 2º e 3º ciclos) e no Ensino Secundário. O prazo de entrega dos trabalhos termina no dia 3 de Abril de 2008.
tags:

Editado por Fernando Martins | Sexta-feira, 02 Novembro , 2007, 13:18
10 de Novembro, 20 horas
Prof. Marcos do Vale, num jantar de convívio
no Stella Maris (Foto de arquivo)




CONVÍVIO COM FADOS E OUTRAS MÚSICAS


Instituições que não promovam o convívio e a partilha estão condenadas ao fracasso. O clube Stella Maris, da Obra do Apostolado do Mar, com sede na Gafanha da Nazaré e vocacionado para servir os homens do mar e da ria e seus familiares e amigos, quer apostar na aproximação das pessoas, proporcionando-lhes bons momentos de confraternização e alegria.
No próximo dia 10 de Novembro, pelas 20 horas, haverá um jantar para quem se inscrever. A ementa, à moda serrana, oferece sopa de castanhas, lombo e vitela assada no forno, mais doces variados, castanhas assadas, jeropiga e outras bebidas.
Os interessados poderão reservar a sua mesa pelo telefone 234 367 012 ou na sede do clube.
tags:

Editado por Fernando Martins | Sexta-feira, 02 Novembro , 2007, 11:04
Porta principal
Painéis do Rosário (lado esquerdo)

Painéis do Rosário (lado direito)


Cruz Alta



João Paulo II



O QUARTO MAIOR TEMPLO DO MUNDO


Quando cheguei à nova igreja de Fátima, a tal que dizem ser uma igreja para o século XXI, não senti que estava perante um templo clássico. De qualquer forma, fui-me habituando à ideia de que os templos não têm que ser sempre do mesmo estilo. Cada época reflecte neles as suas sensibilidades, as artes dominantes e os gostos próprios dos artistas convidados a concebê-los. Nessa perspectiva, percebi que a igreja da Santíssima Trindade começa por ser muito diferente do que os nossos gostos têm guardado lá no âmago. Mas gostei, logo que me fixei na grandiosidade do templo, o quarto maior do mundo.
A porta principal, de grande imponência, ou não seja Cristo a PORTA, está ladeada por dez painéis de bronze, do artista português Pedro Calapez, representativos dos Mistério do Rosário. Depois, as portas laterais, alusivas aos doze Apóstolos, caracterizam-se pela sua simplicidade e com uma referência a cada um dos seus patronos.
No exterior, como que a envolver a igreja, podemos apreciar quatro estátuas: D. José Alves Correia da Silva, primeiro bispo da restaurada Diocese de Leiria, Pio XII, Paulo VI e João Paulo II.
O que registei, num primeiro momento e nos que se seguiram, foi que o povo nutre pelo Papa João Paulo II um carinho especial. Compreende-se. Foi o Papa mais conhecido e mais carismático do século XX e grande devoto de Nossa Senhora de Fátima. Constantemente pessoas a apreciá-lo e a pedir a sua intercessão junto de Deus, depositando flores junto da sua estátua orante.
Depois a Cruz Alta, muito contestada, conforme se tem verificado na comunicação social. De qualquer forma, o que vi foi sintomático: há muitos a contestá-la, mas também há muitos a admirá-la, pela força com que ela nos atrai. Não será fácil, para olhos habituados a um Cristo com rosto, como se vê nos crucifixos, mas estou convencido de que a riqueza simbólica acabará por se impor. Afinal, o autor está a convidar-nos a construirmos, na nossa mente, um Cristo ao gosto de cada um nós. A partir de traços simples, marcantes, poderemos interiorizar um Cristo que nos modificará por dentro, com um rosto que a nossa imaginação e sensibilidade poderão moldar. Talvez por isso, muitos fotógrafos amadores, como eu, não se cansavam de fixar nas suas máquinas aquela Cruz, vista dos mais variados ângulos.

Fernando Martins

tags:

Editado por Fernando Martins | Sexta-feira, 02 Novembro , 2007, 10:23



Desde Maio do ano passado que o Museu de Aveiro está a sofrer profundas obras de ampliação e requalificação. Um mega projecto de cerca 5 milhões de euros, projectado pelo arquitecto portuense Alcino Soutinho, que está a decorrer dentro dos prazos. Uma vez concluído, este será dos museus nacionais com maior área de exposição permanente, que conta a história da arte portuguesa entre os séculos XV e XIX
Leia a reportagem de Sandra Simões no Diário de Aveiro
tags:

mais sobre mim
Novembro 2007
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9



28


arquivos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
subscrever feeds