de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Quarta-feira, 23 Agosto , 2006, 09:42

Dia Aberto
até à
meia-noite

O Navio-Museu Santo André celebra hoje o seu 5.º aniversário. O Dia Aberto prolonga-se entre as 10 e as 24 horas. Durante o dia, o presidente da Câmara Municipal de Ílhavo permanecerá no local para trabalhar em regime de presidência aberta, ouvindo os munícipes que queiram colocar-lhe questões.
Álvaro Garrido, director do Museu Marítimo de Ílhavo, salienta a importância do Navio Santo André, que já registou 99.430 visitantes desde que abriu portas como memorial da pesca do bacalhau por artes de rede de arrasto e emalhar. Na perspectiva do responsável, «o Santo André é um dos raros exemplos de recuperação bem sucedida de exemplares do património naútico português».
No âmbito da remodelação integrada das exposições permanentes do Museu Marítimo de Ílhavo, o navio Santo André, atracado junto do Jardim Oudinot, na Gafanha da Nazaré, irá ser objecto de intervenção e remodelação do seu discurso expositivo até ao final deste ano. O plano será apresentado, hoje, durante a cerimónia de aniversário, que terá lugar no porão de salga do navio pelas 18.30 horas. Durante a sessão proceder-se-á à entrega dos prémios relativos ao concurso de fotografia do Município de Ílhavo «Olhos sobre o Mar», cujos trabalhos se encontram em exibição por todo o mês.
:
ler mais no Diário de Aveiro Características do Navio-Museu

Editado por Fernando Martins | Quarta-feira, 23 Agosto , 2006, 09:21


::

MARÉ ENCHENTE

Salvei
Uma criança
De morrer
No mar.

Avancei
Para as ondas,
Sem saber
Nadar.

Pudera
Lá ficar,
No turbilhão das ondas…

Quem me dera
Morrer
Salvando uma criança!


::

Nota: O facto é real e passou-se com o poeta
na Praia da Torreira, Murtosa,
em Setembro de 1978.

In “Sinfonia de Poemas de Reinaldo Matos”

Editado por Fernando Martins | Quarta-feira, 23 Agosto , 2006, 08:40

::
Desportistas sem stresse
::
Ontem, o molhe da meia-laranja, na Praia da Barra, estava cheio de pescadores desportivos. Tudo indicava que se tratava de um concurso de pesca, tal era o número de pescadores. Predominantemente homens, mas também havia uma ou outra mulher. Todos de cana de pesca bem erguida e atentos ao picar do peixe. Quando passei, nem um peixe vi sair da água serena do oceano. No final do concurso, porém, não terão faltado belos exemplares, que os concorrentes não estão ali para aquecer. Ou talvez estejam... O calor era forte.
Certo é que a pesca desportiva é uma actividade anti-stressante. O praticante está atento ao que está a fazer, mas também deitou para trás das costas os problemas da vida, as inquietações do quotidiano, as agruras das lutas diárias, profissionais ou outras. Ali, envolvido pela natureza, ele dá descanso à sua mente, refresca o corpo e as ideias, viaja em sonhos (mesmo acordado), reflecte, programa a vida. Ele, cheio de paciência, afinal continua muito activo. De forma diferente e sadia.
Fernando Martins

Editado por Fernando Martins | Quarta-feira, 23 Agosto , 2006, 08:22

Vaticano publica obra dedicada aos valores do desporto


O Conselho Pontifício para os Leigos acaba de publicar o volume “O mundo do desporto hoje. Campo de compromisso cristão”, no qual se recolhem as intervenções do seminário sobre este tema, que o Vaticano acolheu em Novembro do ano passado. A obra é mais um sinal de que a Igreja olha com atenção para o mundo desportivo, seja o que atrai as grandes multidões, seja o desporto de base.
O trabalho deste seminário quis apontar um “horizonte ético” para o desporto, lembrando que o mesmo tem como fim “o bem da pessoa humana”. Nem sempre, contudo, o fenómeno desportivo tem sido sinónimo de paz ou de tolerância, apesar de representar uma herança cultural comum da humanidade.
Uma das intervenções recolhidas pelo livro lembra que, em muitas ocasiões, a actividade física tem sido reduzida “ao culto do corpo” e que a ânsia por conseguir grandes prestações desportivas tem eliminado, progressivamente, a “dimensão recreativa”.
Outro aspecto negativo apontado ao desporto modernos é a sua comercialização, com o risco de se centrar na vertente económica e secundarizar a dimensão ética.
:
Fonte: Ecclesia

mais sobre mim
Agosto 2006
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

15




arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
subscrever feeds