de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Domingo, 20 Agosto , 2006, 11:02


Pão de Vale de Ílhavo não corre risco de extinção

As famosas padas de Vale de Ílhavo já não correm perigo. O receio, manifestado nos últimos anos, de que a tradição se perdesse ao ritmo da saída de cena das velhas padeiras está ultrapassado. "Cerca de metade das pessoas que produzem o pão e o folar tem cerca de 40 anos, o que nos dá uma segurança relativamente à continuidade de uma realidade económica tradicional importante em Ílhavo", refere Ribau Esteves, presidente da Câmara, que ontem homenageou as 18 padeiras.
À velhice das padeiras seguiu- -se outro perigo. "Por volta de 2000, a nova legislação obrigou ao cumprimento de regras mais exigentes do ponto de vista higiénico ou sanitário, mas as pessoas adaptaram-se à nova realidade e exceptuando um ou outro caso, cujo processo de regularização está a decorrer, a situação foi ultrapassada, lembra o autarca.
:
Leia mais no JN, o artigo de João Paulo Costa

Editado por Fernando Martins | Domingo, 20 Agosto , 2006, 10:20

Os livros sagrados
e a sua leitura crítica





Lê-se em Josué, um dos livros da Bíblia, capítulo 10, versículos 12-13: "No dia em que o Senhor entregou os amorreus nas mãos dos filhos de Israel, Josué falou ao Senhor e disse, na presença dos israelitas: 'Detém-te, ó Sol, sobre Guibeon'. E o Sol parou no meio do céu e não se apressou a pôr-se durante quase um dia inteiro."
Este é o passo famoso que deu origem à oposição dos representantes da Igreja a Galileu e à ciência. Como podia ser a Terra a girar, se a Bíblia diz que o Sol parou? Mas já na altura Galileu foi mais avisado do que os seus opositores, quando contrapôs que a Bíblia não nos diz como é o céu mas como se vai para o Céu.
Que a leitura dos livros sagrados não pode ser literal mostra-se inclusivamente pelo facto de eles conterem erros científicos no domínio da física, da astronomia, da história. Pense-se, por exemplo, em todos os debates cegos à volta do Génesis e concretamente do mito da criação, quando se não percebe que não se trata de informação científica de física ou biologia, mas de uma mensagem religiosa em linguagem mítica: James Usher, arcebispo de Armagh e primaz de toda a Irlanda (1581-1656) pretendeu saber a data da criação da Terra: 23 de Outubro de 4004 a. C., tendo Bertrand Russell observado corrosivamente que esse dia caiu numa sexta-feira, já que Deus descansou no sábado! Há também o caso risível de um teólogo de Münster que, no século XIX, pretendeu apresentar uma prova "científica" da existência do inferno no interior da Terra, argumentando com os vulcões! É claro que teologias ridículas como estas só podem contribuir para o aumento do número dos ateus.
::
Leia mais em DN

Editado por Fernando Martins | Domingo, 20 Agosto , 2006, 10:09
Posted by Picasa
::
O palacete do"brasileiro" Sebastião de Carvalho Lima - pai do escritor Jaime de Magalhães Lima e de Sebastião de Magalhães Lima, dirigente republicano e Grão-Mestre da Maçonaria portuguesa - foi o primeiro edifício da cidade a ter fachada revestida de azulejo. (Hoje é sede da Associação de Municípios de Aveiro.)
::
Foto e notas do livro "Aveiro, cidade de água, sal, argila e luz", com texto de Manuel Ferreira Rodrigues. A edição é da Câmara Municipal de Aveiro.

Editado por Fernando Martins | Domingo, 20 Agosto , 2006, 09:28
Sophia de Mello Breyner Andresen
::

O ESCULTOR E A TARDE

No meio da tarde
Um homem caminha:
Tudo em suas mãos
Se multiplica e brilha.

O tempo onde ele mora
É completo e denso
Semelhante ao fruto
Interiormente aceso.

No meio da tarde
O escultor caminha:
Por trás de uma porta
Que se abre sozinha
O destino espera.

E depois a porta
Se fecha gemendo
Sobre a Primavera
.
In O Cristo Cigano

mais sobre mim
Agosto 2006
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

15




arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
subscrever feeds