de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Segunda-feira, 07 Agosto , 2006, 11:27
Pintura de Amadeo de Souza-Cardoso
O Caramulo
fica à sua espera
O "EXPRESSO", na sua revista "ACTUAL" desta semana, recomendou encontros com a arte e com a tecnologia, propondo um passeio até ao Caramulo e uma visita ao seu "eclético museu". Diz assim:
"A saída aponta para a N-234 em direcção a Mortágua e ao IP-3. Mas antes, espreite-se a Praia do Curval na Barragem da Aguieira. Depois, em Tondela, procure-se 'Os Três Pipos' para um bom almoço. Por fim, já no Caramulo, o Museu da Fundação Abel de Lacerda fará as honras e a surpresa. Antes de se visitar a colecção de automóveis de todas as épocas - do Peugeot de 1896 ao Lamborghini Miura, passando pelos carros de Salazar -, veja-se o óleo que Picasso ofereceu a este museu, os Vieira da Silva, Amadeo de Souza-Cardoso, um Dali, um Léger, peças de porcelana Ming e outros objectos de igual interesse."

Editado por Fernando Martins | Segunda-feira, 07 Agosto , 2006, 10:49

Papa apela
a cessar-fogo
imediato
no Líbano

Bento XVI voltou ontem a fazer um apelo "urgente" para um "cessar-fogo imediato" na "atormentada" região do Médio Oriente e lamentou que "não sejam escutadas as vozes" dos que pedem o fim imediato da violência.
O Papa fez este pedido antes da oração dominical tradicional do Angelus, em Castel Gandolfo, a cerca de 30 quilómetros a sul de Roma, onde passa as suas férias estivais. Bento XVI insistiu no facto de ser necessário que todas as partes "dêem a sua contribuição para a construção de uma paz justa e duradoura" na região.
"Perante a amarga constatação de que até agora não foram ouvidas as vozes que pediam um imediato cessar-fogo naquela região martirizada, sinto a urgência de renovar nesse sentido o meu premente apelo, pedindo a todos que colaborem efectivamente para a construção de uma paz justa e duradoura", afirmou.
Os bombardeamentos israelitas no Líbano fizeram pelo menos mil mortos e mais de três mil feridos em três semanas de guerra. O conflito também já fez quase um milhão de desalojados, dos quais 220 mil deixaram o território libanês.
Bento XVI tem feito nos últimos dias vários apelos para incitar à paz no Médio Oriente, o último dos quais no sábado, quando, numa entrevista a duas televisões alemãs e à Rádio Vaticano, insistiu que a guerra não "traz nada de bom, nem mesmo aos vencedores aparentes".
:
Fonte: Ecclesia

Editado por Fernando Martins | Segunda-feira, 07 Agosto , 2006, 10:36
Gafanha da Nazaré: Seca do bacalhau e navios
::

É sempre interessante apreciar fotografias antigas. Elas dão-nos retratos de outros tempos, que nos ajudam a compreender a história e a descobrir as nossas raízes. Cultivem, por isso, este gosto em época de férias ou nas horas vagas, ao serão, com a família. E depois digam-me se é ou não é coisa saborosa.



Editado por Fernando Martins | Segunda-feira, 07 Agosto , 2006, 08:57

Festa a não perder,
no sábado


No próximo dia 12, sábado, vai ter lugar na Praia da Barra o IX Festival Nacional de Folclore "Praia da Barra 2006", integrado nas festas do município "Mar Agosto". A organização é do Grupo Etnográfio da Gafanha da Nazaré e o apoio vem da Câmara Municipal de Ílhavo.
A recepção aos grupos convidados vai ser às 16.30 horas, seguida de uma visita à Casa Gafanhoa, pólo museológico de muito interesse, para se conhecerem os usos e costumes da região. Aí haverá a cerimónia de boas-vindas, com entrega de lembranças.
O festival propriamente dito começa, com desfile, às 21.30 horas.
Os grupos participantes vêm um pouco de todo o País. São eles o Rancho Folclórico "As Lavradeiras da Lixa", o Rancho Folclórico da Casa do Povo de Pontével (Cartaxo), o Rancho Folclórico de Aldeia Nova (Matosinhos), o Rancho Folclórico da Seroa (Paços de Ferreira), o Rancho Folclórico de Vilar d'Arca (Cinfães) e o Grupo Etnográfico da Gafanha da Nazaré.
Esta será, sem dúvida, uma festa a não perder, numa noite por certo agradável e, por isso mesmo, convidativa.

Editado por Fernando Martins | Segunda-feira, 07 Agosto , 2006, 08:51

De piloto de combate
na II Guerra Mundial
a padre Carmelita


61 anos depois dos bombardeamentos atómicos de Hiroshima e Nagasaki, O Pe. Peter Hinde lamenta que “o mundo não tenha aprendido a lição” sobre as verdadeiras consequências da guerra.
A história deste Carmelita é muito particular: durante a II Guerra Mundial, serviu a Força Aérea dos EUA como piloto de combate em Okinawa e voou em três missões sobre o Japão. Numa delas passou sobre Nagasaki, apenas três dias após o bombardeamento, e testemunhou a destruição que tinha sido provocada.Logo após o final da Guerra tornou-se religioso Carmelita e foi ordenado em 1952, destacando-se pelo seu trabalho na América Latina.
De passagem por Portugal, onde participa na Conferência carmelita sobre “Justiça e Paz num mundo globalizado”, o Pe. Hinde explica à Agência ECCLESIA que a crise no Médio Oriente “é “alarmante”. “Que poderá haver de mais trágico do que ver Jerusalém – a cidade da paz – no meio desta situação horrenda que dura há anos?”, pergunta.
A presença dos EUA no Iraque é fortemente criticada por este antigo combatente: “atacámos outro país e destruímos grandes cidades, afectando boa parte da população”. Apesar deste cenário, os media norte-americanos preferem “centrar-se na tecnologia dos instrumentos de guerra e não nos danos humanos que são provocados”.
A “alienação” da população, em especial da juventude, é justificado pelo que o Pe. Peter Hinde classifica como “pornografia militar”, tentando seduzir as pessoas com os instrumentos de guerra.
Este Carmelita gostaria que a comunicação social desse mais destaque a “movimentos de paz” que surgem no interior dos próprios exércitos, com militares a recusarem qualquer envolvimento em conflitos que consideram injustos. “Só nos EUA há 8 mil objectores de consciências que se recusam a partir para o Iraque e estão a ser punidos por isso”, relata.
:
Fonte: Ecclesia

mais sobre mim
Agosto 2006
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

15




arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
subscrever feeds