de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Domingo, 15 Fevereiro , 2009, 20:21

Incentivo para se fazer mais e melhor

Bênção do Complexo Desportivo

As obras de ampliação e remodelação do Complexo do Grupo Desportivo da Gafanha (GDG) foram inauguradas hoje, 15 de Fevereiro, em cerimónia presidida pelo autarca ilhavense, Ribau Esteves, na presença dos dirigentes do clube, prior da freguesia e demais autoridades.
Como seria de esperar, largas dezenas de atletas do GDG, com os seus seccionistas e treinadores, desfilaram, por classes, emprestando um colorido muito expressivo à festa.
O presidente da Câmara de Ílhavo frisou que este empreendimento importou em 700 mil euros, não tendo havido qualquer comparticipação estatal. Disse que se trata de um conjunto de infra-estruturas digno de uma terra que “continua a crescer cada dia que passa”, inserindo-se num projecto mais vasto, que é o Centro de Estágio, vocacionado para receber “equipas de várias modalidades, de âmbito nacional”.
Com esta ampliação, o Complexo Desportivo passa a contar com mais dois campos de futebol de onze (um de relva sintética e outro pelado), bem como de espaços de apoio e de acesso.


Descerramento da placa alusiva à inauguração

Ribau Esteves lembrou que o GDG tem agora de rentabilizar estes equipamentos, tanto na formação de cidadãos como de atletas, que sejam “símbolo da Gafanha da Nazaré e do Município de Ílhavo”. Importa, salientou, que “os jovens cresçam de forma saudável”, desenvolvendo “os dons que Deus lhes deu”.
Garantiu que o clube tem dirigentes “trabalhadores e honestos”, mas não deixou de avisar que a Câmara continua a exigir “retorno”. Nessa linha, adiantou que “temos de ser bons na vida; não podemos ficar na mediania”. Assim, pediu ao GDG que aposte na formação humana e desportiva, mas também que aponte os seus objectivos para atingir as divisões nacionais.
Presidentes da CMI e do GDG

Manuel Serra, presidente da Junta, homenageou todos os que ao longo dos últimos 51 anos contribuíram para que o clube chegasse ao que é hoje. Depois de recordar, a traços largos, os melhoramentos introduzidos no complexo desportivo ao longo do tempo, manifestou o desejo de que esta inauguração “seja o motor e o arranque definitivo para o Centro de Estágio do Parque Municipal de Lazer, assente na Colónia Agrícola”. Acrescentou que este projecto, quando concluído, há-de tornar esta zona “ainda mais apetecível”, para a prática desportiva na nossa região.
Por sua vez, António Pinho, presidente do GDG, começou por homenagear com um minuto de silêncio o sócio número um, capitão Guerra, que foi neste dia a enterrar.
Assumiu que os momentos altos, e até os menos bons, que enriqueceram a história do clube, já com mais de 50 anos de vida, “fazem parte da nossa memória”, levando-nos “a acreditar no futuro”.

Desfile de atletas


Com mais de 600 atletas, nas modalidades de futebol, futsal, basquetebol e atletismo, para as mais diversas faixas etárias, António Pinho garantiu que estas obras “são um incentivo para se fazer mais e melhor”, na área do desporto. Mas não ignorou que tudo isto só foi possível, graças à boa relação institucional com a Câmara Municipal de Ílhavo e com a Junta de Freguesia da Gafanha da Nazaré.
Da cerimónia, constou a justa homenagem ao dirigente Ernesto Mónica, que tem servido o clube, há mais de 30 anos, mas que promete continuar, porque gosta muito de futebol, disse.
Três atletas do clube, das camadas infantis e juvenis, receberam o Prémio da Correcção Desportiva.
No final, o prior da freguesia, padre Francisco Melo, procedeu à bênção do Complexo Desportivo e de todos os que o utilizarem.
Muitas centenas de pessoas assistiram depois a jogos para as mais variadas idades, nos campos acabados de inaugurar.
A festa foi valorizada pela participação da Filarmónica Gafanhense, que apresentou alguns números do seu vasto reportório.

Fernando Martins
tags: ,

mais sobre mim
Fevereiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9

16



arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO