de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Domingo, 07 Dezembro , 2008, 11:18

Alice Vieira evocou no Jornal de Notícias um escritor brasileiro que muito a marcou. Diz assim: "Erico Veríssimo foi um dos homens da minha vida. Não houve escritor nenhum que me tivesse influenciado tanto. Acho mesmo que a vontade de escrever, a descoberta da maravilha que era usar as palavras para contar uma história - e, mais do que isso, para transmitir uma emoção - foi com ele que aprendi."
Esta evocação também me trouxe à memória uma entrevista que este escritor, autor de "Olhai os Lírios do Campo", concedeu a Igrejas Caeiro, numa rádio que não posso precisar. À pergunta do entrevistador, sobre qual era o seu livro de mesa-de-cabeceira, Erico Veríssimo respondeu que era a Bíblia.
- É crente? - questionou Igrejas Caeiro.
- Não.
- Como assim?
- É que ainda não encontrei nenhum código de vida superior à Bíblia! - respondeu o escritor.
FM

Anónimo a 7 de Dezembro de 2008 às 14:47
Gostava de saber se é da autoria deste escritor a frase que li na abertura dum livro brasileiro:

"Ninguém é assim tão importante fora das portas do seu quintal"

Obrigado

João Marçal

mais sobre mim
Dezembro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9


25
26



arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO