de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Terça-feira, 11 Maio , 2010, 16:35

 

 

 

 

 

Primeiras impressões

 

À chegada senti que algo diferente estava no ar. Painéis, bandeiras e bandeirinhas anunciavam a primeira visita do Papa Bento XVI ao nosso País. As medidas de segurança noticiadas estavam a ser aplicadas, com zonas fechadas ao trânsito e polícia por todos os cantos por onde Sua Santidade haveria de passar. Janelas ostentavam dísticos alusivos à visita, e até a Carris dava as boas-vindas a Bento XVI, como bem se via nos seus autocarros.

 +++

O taxista não estava muito satisfeito, porque, em sua opinião, não se justificava tanto aparato. Até porque,  sublinhava, este Papa «não tem nada a ver com João Paulo II; esse, sim, era um Papa para as multidões».

Adiantei que não há Papas iguais; cada um tem os seus carismas. E que Bento XVI, apesar da sua idade, será o Papa para este tempo.

E a conversa continuou…

— O senhor concorda com a despesa que se está a fazer, em tempo de tanta crise?

— O Papa não chama ninguém… e não há outras despesas que poderiam ser evitadas? O Povo que gosta de festas, tem o direito de as viver. E o Papa, para os católicos, não será motivo de grande festa? E não será uma oportunidade para os crentes acertarem as suas reflexões a partir das mensagens que Bento XVI lhes dirigirá? E essas mensagens não irão ajudar toda a gente a lutar por um mundo melhor?

— Lá isso é verdade… disse-me o taxista, talvez para ser delicado.

 

FM

 


mais sobre mim
Maio 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9

19




arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO