de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Domingo, 25 Abril , 2010, 09:17

 

 

 

Diariamente recebo e-mails com mensagem pessimistas. Doentiamente pessimistas. Muitas vêm com imensas saudades do antes de Abril. Para eles,  os cravos da liberdade murcharam há bastante tempo. Que é preciso outro Salazar... só um outro ditador é que poderia endireitar a situação de crise com que nos confrontamos... isto já não vai com democracias... E por aí adiante.

É sabido que a democracia é de todas as formas de governo a menos má, dizem os politólogos. Mesmo assim, há quem já não acredite em nada. O mundo está perdido e os políticos estragam todos os sistemas. Não há salvação possível. Contudo, que se saiba, sempre  foi assim. E o mundo continua a rolar, queiram os não queiram os homens.

Do outro lado estão aqueles que entendem que tudo gira sobre rolamentos bem oleados. A virtude estará algures.

Há dias, num grupo onde pontificava  juventude que protestava, quiçá com alguma razão, porque não consegue inventar empregos nem meios mais ou menos estáveis  de subsistência. Os desabafos sucediam-se e ninguém adiantava nem vislumbrava solução à vista.

Uma idosa que ali estava, como que indiferente ou marginalizada, balbuciou a medo, mas de forma audível: «Está tudo muito bem, mas voltar atrás é que eu não queria.»

 

FM


mais sobre mim
Abril 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO