de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Quinta-feira, 15 Abril , 2010, 19:47

«O Governo suspendeu a utilidade pública desportiva da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) por um ano, usando como punição o cancelamento dos contratos de desenvolvimento da prática desportiva e de enquadramento técnico. Isto significa que, se a suspensão se mantiver por 12 meses, a federação e as associações distritais deixarão de receber cerca de 1,8 milhões de euros, o valor que estes contratos totalizaram em 2009, segundo números do Instituto de Desporto de Portugal (IDP), a que o PÚBLICO teve acesso.

A suspensão da utilidade pública desportiva deve-se ao facto de a FPF não ter adequado os seus estatutos ao novo regime jurídico das federações - as associações distritais, que vêem a sua representatividade na assembleia geral da federação reduzida de 55 para 35 por cento, opuseram-se à mudança.»

 

 NOTA: Podem chamar-me o que quiserem, mas tenho dificuldades em compreender estes subsídios, atribuídos a uma federação de gere tanto dinheiro. Não seria melhor a FPF prescindir destes apoios? Numa situação de crise, como a que vivemos, alguém do nosso país concordará com apoios desta natureza?

 

Veja mais aqui 


tags:

mais sobre mim
Abril 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO