de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Segunda-feira, 05 Abril , 2010, 19:54

«O deputado do PS António José Seguro considerou "obscenos" os valores das remunerações referentes a 2009 pagas ao presidente executivo da EDP, António Mexia, que terão atingido 3,1 milhões de euros. "Em fase de enormes dificuldades e de exigência de sacrifícios aos portugueses, é incompreensível como se atingem estes valores remuneratórios. É uma imoralidade!", refere o ex-ministro de António Guterres e ex-líder parlamentar do PS, no seu site antoniojoseseguro.com»

Fonte: PÚBLICO

 

NOTA: Quando é que a nossa Democracia resolve pensar na Justiça Social? E se algumas empresas privadas podem tristemente fazer o que querem e lhes apetece, com que direito é que o Estado paga a gestores de empresas públicas, isto é, de todos nós, salários, prémios e outras benesses que nos deixam perplexos e revoltados?

 

FM


Anónimo a 6 de Abril de 2010 às 21:21
Todos estes problemas acabarão, quando em Portugal houver una verdadeira democracia. Uma democeacia popular, quando os portugueses puderem escolher os seus representantes. Está provado que a democracia partidária só serve os partidos .

Ângelo Ribau

mais sobre mim
Abril 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO