de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Sexta-feira, 16 Maio , 2008, 12:27

A CNIS, Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade, convocou as IPSS de todo o país para um Plenário, esta Sexta-feira, às 15 horas, no Grande Auditório do Centro Pastoral Paulo VI, em Fátima.
O encontro serve para aprovar formas de pressão ao governo para que respeite o ATL, Actividades de Tempos Livres, das mais de mil e duzentas instituições com essa valência.
Quem conhece o mundo da solidariedade social do nosso país sabe bem que as grandes e principais respostas aos problemas das famílias e pessoas foram dadas pela sociedade civil, concretamente, pelas Misericórdias e IPSS. O Estado, incapaz de fazer esse serviço, por ser uma entidade sem alma nem sentimentos, foi-se adaptando a essa realidade, passando a contribuir com comparticipações, mediante acordos, com as instituições. Estas, naturalmente, criaram espaços, contrataram pessoal e assim se tornaram agentes indispensáveis nas respostas sociais que ao longo dos tempos foram emergindo nas comunidades.
Quer agora o Governo, a todo o custo, assumir esse papel, quando se sabe que não é capaz de ser a entidade próxima das pessoas. Não tem espírito solidário nem caritativo, porque nunca o cultivou. Sempre foi pregando, politicamente falando, de justiça social, mas não passou daí. A justiça é, de facto, importantíssima, mas não é suficiente. De qualquer forma, será bom que passe a ter essas preocupações.
Porém, uma coisa é certa: o Estado não pode esquecer as instituições que nunca viraram a cara às dificuldades e necessidades das pessoas e famílias. As instituições investiram em edifícios e em pessoal, criaram escolas de bem-fazer, educaram as pessoas para a solidariedade. Agora o Governo não pode dar-lhes um pontapé, como quem pretende atirar para longe quem sempre serviu. Mas se teimar nessa bizarra atitude, então que assuma, em plenitude, todos os custos sociais, económicos e políticos. E depois o povo julgará, se não tiver memória curta.
Estou, obviamente, ao lado da CNIS, em luta pela justiça para com as instituições de solidariedade social.

FM

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
Maio 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
subscrever feeds