de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Quinta-feira, 02 Julho , 2009, 19:44

Esta insegurança é um ponto de chegada
infeliz das liberdades que urge educar/agir?


1. Sabe-se que a segurança não tem sido um emblema maior dos tempos que correm. Quem passa de modo leve os olhos pela imprensa da região apercebe-se de uma onda de insegurança e criminalidade que assusta, mesmo para quem procura gerir o espaço público como lugar onde importa acima de tudo manter a serenidade. Os índices de assaltos têm crescido fortemente, e este é também um dos reflexos duros da crise social em situações onde está em causa a sobrevivência despertadora da insegurança do “salve-se quem puder”. Nestas circunstâncias, quanto maior for a permeabilidade das habitações ou a idade dos seus habitantes pior poderá ser a vulnerabilidade ao crime.

2. Uma cultura avassaladora de notícias “assaltadoras” da dignidade humana e de uma sociedade pacífica é continuamente “ensinada” pelos grandes poderes da comunicação. Veja-se a violência criminosa que perpassa no mundo dos cinemas e das notícias. Por vezes, tanto se denuncia e anuncia a criminalidade que se generaliza o seu hábito e mesmo se explica os procedimentos. Lembramo-nos, há alguns anos, de uma gigante onda de assaltos a espaços de religiosidade para os lados de Braga. Juntava-se a vulnerabilidade física e idade avançada dos zeladores desses patrimónios com a riqueza histórica apetecível aos olhares criminosos. Preocupante este rasto que pareceu não parar…

3. Recentemente os Padres de Águeda lançaram ao Governo Civil uma Petição pelo reforço da Segurança nos templos religiosos, destacando-se «seguramente mais de cem assaltos» nos últimos tempos. As populações, inseguras, estão indignadas, a gestão do património assume-se como um dever, a insegurança de pessoas ergue-se como um imperativo. Torna-se claro, nessa importante e alertadora petição pública, que as “palavras” até agora não têm dado frutos e que é urgente uma intervenção explícita no reforço de efectivos… Esta insegurança é um ponto de chegada infeliz das liberdades que urge educar/agir?

Alexandre Cruz

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
Julho 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9





arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
subscrever feeds