de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Sexta-feira, 18 Abril , 2008, 18:23
É público que Luís Filipe Menezes bateu com a porta. Registo o facto, porque o maior partido da oposição estava de rastos, com os grandes inimigos entre os seus próprios militantes. E quando assim é, não há líder que possa resistir.
Menezes bateu com a porta, mas ainda pode voltar. Se isso acontecer, Sócrates vai continuar a cantar de galo, porque os críticos de Menezes não se calarão. Com opositores destes qualquer Governo dorme descansado.
Mesmo não sendo do PSD, nem de qualquer outro partido, embora me sinta um político no activo (a política não se vive só dentro dos partidos), tenho pena que o antigo PPD de Sá Carneiro, Pinto Balsemão, Magalhães Mota e outros, não consiga posicionar-se numa alternativa credível. O pior que pode acontecer a uma democracia é uma situação como esta, susceptível de levar o Governo, qualquer que ele seja, a ter no horizonte o caminho livre para fazer o que lhe apetecer.
O que me ocorre dizer neste momento é muito simples: que o PSD encontre depressa, entre os diversos candidatos à liderança ou entre os seus membros, um líder carismático, ponderado, arguto e capaz de oferecer luta, dentro de uma sociedade democrática como a nossa. Se optar por um líder de vistas curtas, de cultura mediana e sem postura de Estado, adeus PSD.
FM
tags:

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
Abril 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9



30


arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
subscrever feeds