de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Domingo, 20 Janeiro , 2008, 13:31
Escola da Ti Zefa, actual oficina de bicicletas e motorizadas

E AS MENINAS? ... IAM POUCAS À ESCOLA!...

Caríssima/o:

Comparando com as brincadeiras e os jogos que praticavam no canto, o nosso escolar viu que na sala de aula havia poucas meninas. Certamente haveria muitas outras escolas onde talvez a situação se invertesse...
Contaram-lhe então que as meninas da terceira classe tinham desistido quase todas, como fizera o seu irmão. Não era obrigatória a frequência além do 1.º grau (a terceira classe) que terminava com um exame!
Tudo isto lhe fazia muita confusão até porque ouvira dizer que a sua irmã mais velha (tinha mais dez anos de idade que ele) nunca passara da primeira dos cartões; que tinha dificuldade em aprender.[Muitos anos passados, já casada, e feitos os exames respectivos, se verificou que quase não via “um boi à sua frente”, tal o grau de miopia que afectava os seus olhos...]

Os anos foram passando e já na quarta classe e admissão o caso era bem notório. Como os professores juntassem os alunos para melhor os prepararem e se habituarem aos examinadores com pronúncias e maneiras de ser diferentes, lembra-se que da Marinha Velha, da Escola do Ti Lopes, vinham acompanhados pelo Professor Salviano para a Escola da Cambeia, da Ti Zefa, onde leccionavam a Professora D. Sílvia[1] e o Professor Ribau. Ainda hoje tem diante dos olhos o tabique de madeira que separava a parte masculina da feminina, sendo a área ocupada pelas meninas talvez um terço da dos rapazes! Quer dizer que a frequência do sexo feminino era de facto mais reduzida...
As escolas eram então masculinas, femininas e mistas. Não se sentiam grandes dramatismos nas relações entre uns e outras já que habitualmente eram parceiros de brincadeiras e de jogos que agora na escola teriam como palco a estrada que passava defronte do edifício.

Aí fica mais este retrato “à la minuta”, com uma realidade que entretanto foi completamente alterada.

Manuel

1. Aqui o Manuel faz uma pausa e apresenta a sua dúvida pois não tem a certeza se seria a D. Sílvia a professora nessa altura...

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
Janeiro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9





arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
subscrever feeds