de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Quarta-feira, 11 Abril , 2007, 10:22

SETENTA ANOS DA RENASCENÇA
:

A Renascença completou 70 anos. Ao longo de sete décadas, a Emissora Católica Portuguesa marcou o país com a sua companhia, informação e diversão.
O aniversário é celebrado “com a alegria do caminho percorrido e com o justo reconhecimento dos que o tornaram possível”, refere à RR o presidente o Conselho de Gerência do Grupo Renascença.
Com o passado no coração, mas olhando para o futuro, o Cón. João Aguiar Campos fala nos novos desafios a que é necessário estar-se atento e que “têm que ser encarados com meios e linguagem actuais”.
“Reafirmamos neste aniversário a aceitação da responsabilidade de sermos o principal órgão de comunicação social da Igreja Católica em Portugal, comprometendo-nos a ser ponte entre a mesma Igreja e o mundo e a ser uma ponte erguida sobre padrões de qualidade nos princípios, nos conteúdos e nas formas de comunicar”, sublinha.
Nelson Ribeiro, Director de Programas, e Francisco Sarsfield Cabral, Director de Informação da Renascença, olham para o futuro da Emissora com a segurança de um passado sólido.
"É com muito orgulho na nossa história de 70 anos que queremos olhar para o futuro", afirma Nelson Ribeiro, para quem o fundador da Renascença, Monsenhor Lopes da Cruz, serve "de inspiração, porque ele próprio era um homem que encarava os desafios sempre a pensar no futuro".
"Sempre deixou claro que a missão da Renascença era oferecer os melhores conteúdos aos seus ouvintes", sublinha, considerando ser esse "o nosso desafio de todos os dias", não esquecendo a "visão cristã do mundo".
As inovações próprias de um mundo sempre em evolução não escaparam à Rua Ivens, que se adaptou às novas tecnologias, apostando no seu site e em formatos inovadores de informação, como é o "Página 1".
Também "graças às novas tecnologias", é possível receber "feedback em tempo real" de muitos ouvintes, que são já "Consultores Renascença" – ou seja, têm um papel activo na definição da programação.
No campo da Informação, Francisco Sarsfield Cabral sublinha o "grau de credibilidade" ganho ao longo dos anos, o que "impõe responsabilidades acrescidas".
"A Renascença tem sido capaz de afirmar a sua matriz católica sem deixar de se abrir a todas as vozes da nossa sociedade pluralista. Mas não podemos descansar nos êxitos do passado. Daí, a nossa aposta forte na informação pela Internet, com notícias actualizadas em permanência e um jornal electrónico com duas edições diárias, o Página 1, que já se tornou uma referência. Assim, os 70 anos já passados são uma inspiração e um impulso para o futuro", afirma o Director de Informação.
:
Fonte: Ecclesia
 O que é? | partilhar

mais sobre mim
Abril 2007
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

15
17

28



arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
Contador - 1
blogs SAPO