de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Terça-feira, 01 Julho , 2008, 14:48

Quando falar...

sobre amor,
finja nada conhecer,
para absorver cada frase que
brote do coração.

Quando falar...

sobre a dor,
deixe abertas as janelas da alma
para compreender que amor e dor
são tão parecidos que até os confundimos,
ao vê-los bem de pertinho.

Quando falar...

sobre a paz,
faça-o no rumor da guerra,
para ser ouvido na mais alta voz.

Quando falar...

sobre sonhos,
acorde para vivê-los na melhor
lucidez do seu dia.

Quando falar...

de amizade,
estenda a mão aos seus inimigos,
para que possa provar a si mesmo
aquilo que gosta de dizer aos outros.

Quando falar...

de fome,
faça um minuto de jejum,
para lembrar daqueles que jejuam
todos os dias, mesmo sem querer...

Quando falar...

de frio,
abrace alguém.

Quando falar...

de calor,
estenda a mão.

Quando falar...

de felicidade,
acredite nela.

Quando falar...

de fé,
cerre os olhos para encontrar
a razão daquilo em que crê.

Quando falar...

de DEUS,
faça-o
pelo silêncio
do seu testemunho.

Quando falar...

de si mesmo,
aprenda a calar,
para entender o amor,
a dor,
a paz,
os sonhos...


Glácia Daibert


Poema enviado pelo João Marçal
tags: ,
 O que é? | partilhar

Anónimo a 2 de Julho de 2008 às 22:16
Esta era uma faceta que eu desconhecia. Os meus parabens

Pacard a 2 de Março de 2010 às 14:12
Por uma questão de direito e justiça, GLACIA DAIBERT NÃO é a autora deste poema, e sim EU, PAULO CARDOSO ( PACARD). Infelizmente gente inescrupulosa tem dedicado à esta poetisa um poema que não é seu. Este poema foi escrito no ano 2000 e se encontra devidamente protegido por direitos autorais.
Por favor, que seja feita esta correção e desfeita a injustiça que tenho sido vitima por blogueiros irresponsaveis.
Paulo Cardoso
Florianopolis, SC
www.pacard.multiply.com
dpacard@gmail.com
48 3234 2629

mais sobre mim
Julho 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9





arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
Contador - 1
blogs SAPO