de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Sábado, 04 Abril , 2009, 10:05

DIA DE VENTO

Dia de vento
A rua varrida,
A alma banida
De qualquer alento.
No jardim, um rebento,
Uma rosa a abrir,
Os espinhos ao ferir
Um novo tormento.
O trigo abanando
As papoilas ondulando...
As ruas desertas.
Os caminhos de pedras
Calvas, informes, incertas.
As pombas arrulhando
No pombal em frente.
No coração, esta dor
Pesar amargo, permanente
Tão faminto de calor!
Solitário viver
Deste inquieto ser!
A esperança?
Me alimenta
O sonho
Me acalenta!


Mª Donzília Almeida
1970.20 anos
 O que é? | partilhar

mais sobre mim
Abril 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9





arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
Contador - 1
blogs SAPO