de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Quarta-feira, 22 Outubro , 2008, 18:58
HÁ LIVROS QUE MERECEM BEM UMA RELEITURA

Gosto de ler e gosto de reler. Mas se leio um livro, nem sempre o releio. Coisa que nem sei explicar, já que há livros que merecem bem uma releitura, pela sua posição no pedestal das obras mais expressivas, nacionais ou universais.
Por vezes, porém, sou levado à reler um livro, pela simples razão de alguém me falar dele sob outro ângulo, que não o que me levou à sua leitura.
Um dia destes, na revista ÚNICA do EXPRESSO, Saramago afirmou que HÚMUS, um romance de Raul Brandão, é, sem sombra de dúvidas, uma obra-prima da literatura nacional. Não resisti. E fui logo pegar no livro, agora para o saborear com mais atenção. Com mais cuidado, procurando descobrir o que distingue uma obra-prima de uma outra obra qualquer.
Na badana da sobrecapa diz-se que HÚMUS, publicado em 1917, “supôs a confirmação de Raul Brandão como modernizador da ficção portuguesa”. Se a classificação atribuída por Saramago a este livro não fosse o suficiente, aquela proposição justificaria a releitura. E confesso que, de facto, HÚMUS merece perfeitamente o tempo que lhe estou a dedicar.

FM
tags:
 O que é? | partilhar

mais sobre mim
Outubro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9





arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
Contador - 1
blogs SAPO