de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Sexta-feira, 11 Dezembro , 2009, 22:04

Árvore ecológica

Movimentação pelo planeta


12 de Dezembro de 2009

A cimeira que está a realizar-se em Copenhague, na Dinamarca, pelo ambiente, mais do que começar a deitar cá para fora propostas de solução do problema, parece sim, apostada em gerar uma enorme polémica.
Os países mais desenvolvidos, logo, os mais responsáveis pela emissão dos CFCs, que estão a contribuir inequivocamente para o aquecimento global, não parecem querer assumir a responsabilidade pela diminuição desses gases poluentes.
A representação portuguesa reunir-se-á por estes dias em Bruxelas para ai tomar uma posição forte e determinada, em prol do planeta e de cada um de nós.
Sem dúvida que os nossos políticos têm uma enorme e nobre missão em suas mãos! Defender a habitabilidade do planeta em que vivemos, é um grande objectivo, mas as pequenas acções, que todas juntas irão promover a diferença, têm de partir do cidadão anónimo. As Escolas desdobram-se em campanhas pedagógicas, no sentido de sensibilizar os alunos e seus agregados familiares, para uma alteração de comportamentos. Ainda hoje, o grupo de Ciências Experimentais, promoveu a campanha das lâmpadas: dava 4 lâmpadas economizadoras em troca de uma lâmpada incandescente, virgem ou já usada. Noutros Departamentos, pratica-se há muito tempo já, a reutilização de materiais de desperdício, que muita gente deita fora, aumentando, em grande escala, as montureiras que por aí abundam, muitas vezes a céu aberto.
São afixados estudos e cálculos do consumo de água em actos banais do nosso quotidiano, levando os alunos a reflectir sobre a poupança que urge fazer, neste bem perecível que é a água.


Árvore de Natal

Cabe aos Professores esta ingente tarefa de moldar e modelar a personalidade dos futuros cidadãos, de forma a torná-los mais interventivos, mais cooperantes e mais conscientes e mais críticos.
Sobre o tema em epígrafe, corre a ideia generalizada que há muita passividade na defesa dos interesses do planeta, pelo que está a gerar-se um movimento de sensibilização de todos os cidadãos. Pretendem estes que se façam vigílias por todo o mundo, para pressionarem os seus representantes políticos, a lutarem por um acordo a valer: justo, ambicioso e vinculativo. Para este dia 12 de Dezembro, estão agendadas muitas vigílias, muitas movimentações por todo o mundo, para que os media levem a Copenhague a força catalisadora do mundo inteiro!


Troca de Lâmpadas

Termino com as palavras da Desiderata: You are a child of the Universe; no less than the trees and the stars…you have a right to be here”
Temos o direito de habitar este planeta.......mas o grande dever de o respeitar, cuidar e fazer-lhe uma boa manutenção, como se do nosso lar se tratasse.

M.ª Donzília Almeida

12 de Dezembro de 2009



tags:
 O que é? | partilhar

Editado por Fernando Martins | Sexta-feira, 11 Dezembro , 2009, 21:31


D. Manuel Clemente


"D. Manuel Clemente é uma referência para a sociedade portuguesa", salientou Balsemão


A caminho de casa, de uma viagem a Coimbra, ouvi pela rádio que o Prémio Pessoa 2009 foi atribuído a D. Manuel Clemente, Bispo do Porto e Presidente da Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais. Foi um prazer muito grande, o que eu senti ao ouvir esta boa nova, merecidíssima, mas inesperada para mim. Não que D. Manuel Clemente não merecesse tal galardão, atribuído pelo Expresso e pela Caixa Geral de Depósitos, no valor de 60 mil euros, mas tão-só por estar habituado a ver o prémio seguir para personalidades de outras culturas, não necessariamente de inspiração cristã. Um homem da Igreja como ele sempre foi, mas aberto ao mundo contemporâneo, com uma capacidade de diálogo fascinante e com uma cultura que nos inebria, fica bem com esta distinção.
Tive o privilégio de o ouvir diversas vezes, em encontros relacionados com a pastoral da cultura. O seu jeito de estar próximo de todos, as suas respostas oportunas e convincentes, a sua capacidade para ouvir e o seu sorriso permanente, de quem testemunha a vida alicerçada em Cristo, são um claro e iniludível exemplo de como deve ser um bispo para o nosso tempo.
Os meus parabéns, não apenas para D. Manuel Clemente, mas também para o júri que soube olhar e ver, num bispo da Igreja Católica, alguém que sabe viver na sociedade e para a sociedade, num contínuo diálogo entre fé e cultura, na certeza de que ambas as componentes se complementam, sem necessidade de guerras ridículas, entre crentes e não crentes.

Fernando Martins



 O que é? | partilhar

mais sobre mim
Dezembro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9



29


arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
Contador - 1
blogs SAPO
subscrever feeds