de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Segunda-feira, 14 Julho , 2008, 10:21

CARROS ELÉCTRICOS: O INÍCIO DE UMA NOVA ERA?

No passado sábado, dia 5 de Julho, escrevi um texto com título “As energia renováveis e o futuro do homem”. A dado passo, dizia que “o sector dos transportes também sofrerá profundas alterações, não só com a introdução dos carros híbridos (…), mas, também, dos veículos eléctricos…”.
Quatro dias depois, ou seja, no dia 9, o Governo português assina com o consórcio Nissan-Renault, um memorando de acordo sobre a introdução e comercialização, em larga escala, a partir dos anos de 2010-2011, de carros, totalmente eléctricos, em Portugal.
Além de Portugal, este consórcio escolheu, igualmente, Israel e a Dinamarca, para o lançamento deste tipo de veículo, na medida em que considera estes três países na liderança e diversificação das fontes de energias renováveis e alternativas.
Como portugueses, não podemos ficar indiferentes a esta escolha e só se espera que tudo quanto tem sido feito até aqui, em termos de energias renováveis, não só continue como haja um reforço, cada vez maior, nestas novas opções energéticas. Por outro lado, todas estas novas movimentações e apostas tecnológicas devem estar direccionadas no sentido do bem-estar de todos os cidadãos e na consciencialização de que podemos, definitivamente, estar a dar início a uma profunda alteração do paradigma energético e da estrutura social, a nível planetário, cujas consequências ainda estão longe de poderem ser projectadas e avaliadas com o rigor desejável.
Não se pense, contudo, que este caminho (ou caminhos) não está isento de enormes dificuldades e desafios, muitos deles imprevistos, o que vai requerer muita vontade política, determinação, no sentido de buscar uma verdadeira ecologia de futuro sustentável e imaginação, para que todos possam usufruir do quanto positivo daqui for surgindo. Às entidades que vão liderar todo este processo de desenvolvimento e produção exige-se rigor e boa-fé, até porque, à partida, não existem soluções perfeitas e só com trabalho se pode ir corrigindo e ultrapassando o que estiver menos bem.
Segundo as informações disponíveis, de momento, estes primeiros veículos eléctricos têm uma autonomia de 160 a 200 quilómetros e prevê-se uma redução de 70% nas emissões de dióxido de carbono, até 2050, por comparação com os níveis do ano de 2000. Estou certo que outros fabricantes, com outros aperfeiçoamentos e inovações, surgirão, entretanto, no mercado.
O fabrico deste veículo será feito no Japão e, segundo os seus fabricantes, terá um preço “atractivo”, que pretende concorrer no segmento C dos automóveis ligeiros convencionais, tais como o Renault Mégane ou Volkswagen Golf.
O modelo pode ser “reabastecido” de três formas: ligado, em casa, à corrente, numa ficha convencional (6 horas para o carregamento), carregar a bateria numa estação (o que pode demorar 25 a 30 minutos) ou trocar a bateria gasta por uma nova, operação que leva entre cinco a dez minutos.
Tudo isto vai traduzir-se em enormes alterações nos hábitos dos cidadãos e do país e vai exigir que sejam criadas as infra-estruturas necessárias para a criação de uma ampla rede de estações de carga, para este tipo de veículos, a nível nacional, para além de um conjunto logístico e organizativo de apoio e manutenção.
Há que lembrar que, já antes, surgiram outros modelos de carros eléctricos que, por razões desconhecidas ou obscuras, nunca obtiveram a autorização necessária para o seu fabrico e utilização em larga escala.
Finalmente, este dossier, de dimensão internacional, ganhou pernas para andar, até porque, como dizia o Primeiro-Ministro, José Sócrates, durante a cerimónia da assinatura do memorando: “não podemos continuar passivos por muito mais tempo.”
Costuma-se dizer que “o caminho faz-se caminhado”, pelo que há que o fazer, para se aprender a fazer melhor. E, sempre que necessário, aprender com os próprios erros e as dificuldades que surgem, para bem do futuro comum do homem e do planeta Terra.


Vítor Amorim
 O que é? | partilhar

mais sobre mim
Julho 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9





arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
Contador - 1
blogs SAPO