de Fernando Martins
Editado por Fernando Martins | Sábado, 02 Fevereiro , 2008, 16:26


O CNE (Corpo Nacional de Escutas), escutismo católico português, está zangado com a Media Markt. A razão é simples: aquela multinacional resolveu fazer publicidade, utilizando um escuteiro para parodiar um eventual cliente. Claro que o Chefe Nacional, Carlos Alberto Pereira, não gostou e protestou. Em ofício dirigido aos responsáveis, diz que a campanha publicitária é “intoleravelmente ofensiva para os 80 000 escuteiros portugueses e suas famílias”. E acrescenta: “As afirmações feitas constituem uma ofensa ao bom nome e consideração devidas a quem diariamente contribui para uma sociedade melhor, educando os jovens para uma cidadania responsável, participativa, solidária.”
Solidarizo-me com este protesto do CNE. E é bom que se diga que o escutismo não é uma organização qualquer. Ele é, tão-só, a maior organização juvenil do mundo. Merece, por isso, muito respeito.
Estou em crer que a Media Markt saberá reconhecer que cometeu um erro, ao brincar com coisas sérias. E também acredito que a publicidade ofensiva recolherá aos armazéns da empresa, o mais breve possível, para aí morrer sem incomodar ninguém.

FM
 O que é? | partilhar

mais sobre mim
Fevereiro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9





arquivos
as minhas fotos
pesquisar neste blog
 
Contador - 1
blogs SAPO